Kings Canyon: a pérola do Outback Australiano

21

Localizado no Território do Norte da Austrália, o Kings Canyon é um enorme cânion formado de arenito vermelho, que se sobressai em meio a florestas, dentro do Parque Nacional de Watarrka.

Kings Canyon Austrália

Kings Canyon, Austrália. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Passado muitas vezes despercebido por turistas desavisados que vão direto de Alice Springs até o Uluru, o Kings Canyon é uma verdadeira obra da natureza no meio do caminho, que não pode faltar em nenhum roteiro pelo Outback Australiano.

Aliás, em meio ao povo australiano, existe uma discussão se o cânion é mais ou menos grandioso que o famoso Uluru. Na nossa sincera opinião, os dois estão “pau a pau” e o Kings Canyon é, com certeza, uma parada obrigatória entre Alice Springs e o parque nacional Uluru-Kata Tjuta.

Em março de 2017, em uma road trip pelo Outback Australiano, conhecemos e nos apaixonamos pelo Kings Canyon. Foram 2 dias, incluindo os deslocamentos. No post de hoje, detalharemos o nosso roteiro, como chegar, o funcionamento das trilhas e onde se hospedar. Esperamos que vocês se apaixonem também por esse pedacinho vermelho em meio ao deserto australiano!

1) Como chegar no Kings Canyon

O Kings Canyon está localizado a aproximadamente 473 km (6 horas) de Alice Springs e 303 km (4 horas) do Uluru-Kata Tjuta National Park.

Roteiro Kings Canyon

Caminhada na Kings Canyon. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

A principal porta de entrada para a região é a cidade de Alice Springs, que possui aeroporto conectado a várias cidades australianas, agências de aluguel de carro, supermercados e tudo o que você precisará para se lançar em uma aventura no deserto australiano. Para saber mais, leia o Roteiro de 1 dia em Alice Springs que escrevemos.

Existem duas maneiras de chegar ao Kings Canyon a partir de Alice Springs: pela estrada de asfalto (Stuart Highway), como fizemos, ou por uma estrada de terra (Mereenie Loop Road), que passa pelo West MacDonnell National Park, e exige carro 4×4.

A nossa ideia era conhecer o West MacDonnell e chegar ao Kings Canyon pela estrada de terra. Infelizmente, não fizemos esse caminho por dois motivos:

  • As grandes locadoras não permitem que seus carros, mesmo os 4×4, trafeguem por esta estrada. As locadoras locais, por sua vez, cobram absurdamente caro pelo aluguel.
  • Precisaríamos de mais 1 dia neste roteiro, o que infelizmente não tínhamos.

2) Roteiro e trilhas no Kings Canyon

Antes de entramos no roteiro propriamente dito, é importante mencionar que a principal estrela do Kings Canyon é a trilha Kings Canyon Rim Walk, uma caminhada de nível moderado a difícil, com cerca de 6 km, que passa pela beirada e topo do cânion.

Outback Australiano

Mirante na caminhada do Kings Canyon. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Devido ao forte calor do deserto, os principais riscos dessa trilha são a desidratação e a insolação. Por esse motivo, se a temperatura estiver prevista para mais de 36 ºC, só será possível iniciar a trilha até às 09:00 da manhã. Após esse horário, o serviço do parque nacional fecha o início da trilha, pois os riscos são realmente grandes.

Por essa razão, é possível que você não consiga percorrer a Kings Canyon Rim Walk no dia da viagem entre Alice Springs e o cânion. Para aproveitar este dia, existem algumas trilhas menores e mais fáceis, que mencionaremos a seguir. Além disso, aproveite para curtir a piscina do hotel no final da tarde. Vai por mim: o calor durante o verão é de matar!

1º dia: viagem + trilhas curtas + piscina e pôr do sol no hotel

Saímos de Alice Springs por volta das 08:00 da manhã e chegamos na região do Kings Canyon por volta das 14:30.

Neste dia, fizemos as seguintes trilhas:

  • Kings Creek Walk

Esta trilha, de nível fácil, tem uma extensão de 2,6 km (ida e volta), com previsão de 1 hora de duração. Este será o seu primeiro contato com a terra vermelha da região, na qual você passará por áreas de inundação, árvores, pedras  e poderá ter uma visão das paredes do cânion de baixo para cima.

Kings Creek Walk

Kings Creek Walk, Austrália. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Kathleen Springs

Outra trilha de nível fácil e curta. Esta é uma caminhada super bonita, que passa dentro do vale e termina em uma piscina natural em meio ao deserto.

Kathleen Springs Austrália

Trilha Kathleen Springs. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Ao final da trilha, depois de muiiiito calor, você verá uma placa onde está escrito que aquelas águas são sagradas para o povo aborígene e que você não deve nadar nelas. Há várias controvérsias a respeito disso. Alguns australianos nadam e outros não. Nós não mergulhamos, mas aí, fica com você. Vai de cada um, sem julgamentos.

OBS: essa região tem muiiiiito mosquito. Lembre-se de passar repelente e até mesmo comprar um chapéu com redinha vendido em Alice Springs.

O que fazer Kings Canyon

Lago ao final da trilha Kathleen Springs. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Piscina e Pôr do Sol

A essa hora, você já deve estar exausto, com calor e frustado por não ter nadado em um Waterhole no meio do deserto.

A piscina do hotel será o lugar ideal para você!

Kings Canyon Resort

Piscina do hotel Kings Canyon Resort. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Se você se hospedar no Kings Canyon Resort como nós, saia da piscina um pouco antes de o sol se pôr, caminhe até o mirante do hotel, leve o seu espumante e curta o pôr do sol no Kings Canyon: esse é um dos momentos mais emocionantes e românticos da viagem!

pôr so sol outback Austrália

Pôr do sol no Kings Canyon Resort. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

2º Dia: Kings Canyon Rim Walk + viagem ao Uluru-Kata Tjuta National Park

Sem dúvida o dia mais esperado do roteiro!

  • O que levar?

Não se esqueça de levar: muita água, lanche (castanhas, barra de cereal, biscoitos, frutas, batata chips, sanduíche), protetor solar, repelente, chapéu, óculos escuro, bastões de caminhada, câmera fotográfica, baterias extras e muita energia!

  • O início:

Acordamos bem cedo e chegamos no início da trilha antes das 09:00 (o horário máximo permitido nos dias quentes, como já mencionamos).

O início da caminhada é uma das partes mais cansativas, pois a subida é bastante íngreme. A vantagem é que, se você começou antes das 09:00, o sol ainda não está tão quente.

Kings Canyon Rim Walk

Subida inicial da Kings Canyon Rim Walk. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Caminhando na borda do penhasco:

Assim que você chega no topo do cânion, você começa a caminhar em uma parte plana, que beira o penhasco.

Kings Canyon Rim Walk

Após a subida, é hora de caminhar no topo do cânion. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ao longo da caminhada, pare em vários mirantes para observar a vista incrível e tirar boas fotos.

Destaque para o Cotterills Lookout, um desvio de 600 metros ida e volta, que leva você a um dos pontos mais bonitos do parque.

O que fazer no Outback Australiano

Cotterills Lookout, Kings Canyon. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Cotterills Lookout Kings Canyon

Repare no tamanho das pessoas no topo do paredão! Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Assim que você chegar ao final da borda norte do cânion, você verá uma escada. Desça essa escada para poder atravessar para o outro lado.

Roteiro Outback Austrália

Atravessando as margens do cânion. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Atravessando o Kings Canyon:

Você passará por uma região linda, onde haverá um pequeno desvio (600 metros ida e volta), que o levará ao Garden of Eden, uma piscina natural de tirar o fôlego.

Garden of Eden

Garden of Eden. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

roteiro deserto Austrália

Garden of Eden. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mesmo que você já esteja cansado, pegue esse desvio, pois a cena que encontrará ficará para sempre na sua memória!

Resista à tentação de nadar nestas águas. Além de serem sagradas para os povos aborígenes, elas frequentemente apresentam alta concentração da bactéria E. coli. É melhor não correr o risco!

Dicas Outback Austrália

Garden of Eden. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Após o desvio, é hora de subir outras escadas para acessar a borda sul do cânion.  Provavelmente o calor já estará bem mais forte nesse momento e você ainda mais cansado.

  • O outro lado do Canyon (parte sul):

Dê lá, observe o Rock Domes, uma formação rochosa em forma de colmeia causada pela erosão das pedras de arenito. Por causa dessas “colmeias”, que parecem pequenas habitações, esta região é conhecida como “Lost City”.

Rock Domes Lost City

Rock Domes, Kings Canyon. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Já quase no final da caminhada, você encontrará uma porteira que provavelmente estará fechada. Abra essa porteira, passe e feche-a novamente. Pode parecer estranho, mas essa pequena portinha serve para impedir que as pessoas que começaram a trilha pela parte sul do cânion, depois das 09:00, passem para a parte norte.

Aliás, essa é uma alternativa, caso você chegue no parque após às 09:00 e a trilha Kings Canyon Rim Walk já esteja fechada. Existe a trilha South Wall Return Walk, de 4,8 km, que fica aberta até às 11:00 e vai até esta porteira. Apesar de ser uma alternativa, ela não é tão emocionante como a Kings Canyon Rim Walk.

Dicas Kings Canyon

Lado sul do cânion. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • O final da trilha:

Ao longo da trilha, não existem banheiros ou fontes de água potável. Esses se localizam no estacionamento do parque, que é o mesmo do início e do final da trilha.

Nessa região, também haverá um quiosque com wifi gratuito. Aproveite para postar as suas fotos, pois a região do Kings Canyon é super carente de wifi e o seu cartão de dados 4G provavelmente também não irá funcionar.

Por fim, comemore. Se você chegou até aqui, debaixo de um calor de quase 40º C, você é um vencedor! Volte para a piscina do hotel ou siga para o Uluru-Kata Tjuta National Park para pegar o pôr do sol, como nós fizemos!

Kings Canyon Resort Austrália

Comemoração merecida!!! Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

3) Onde se hospedar no Kings Canyon

Ficamos hospedados no Kings Canyon Resort, um hotel completíssimo, com acomodações que vão do mais econômico, incluindo camping, ao mais luxuoso.

O hotel, que está a apenas 7 km da entrada do Parque Nacional de Watarrka, oferece aos hóspedes piscina, quadra de tênis, playground, loja de souvenir e de produtos de uso geral (incluindo alimentos), lavanderia de uso comum, posto de gasolina, bar, balcão de turismo e churrasqueira.

Onde se hospedar Kings Canyon

Piscina do Kings Canyon Resort. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

O ponto alto é, sem dúvida, o deck de observação que permite que você veja o pôr do sol mais incrível da região! Nós amamos!!! Dica: antes de ir para o deck, prepare a sua cestinha com espumante gelado, castanhas, embutidos e queijos. Lá você encontrará umas mesinhas perfeitas para o seu final de tarde romântico.

OBS: se você não preparou a sua cestinha, não se preocupe: o hotel também vende alguns kits para o pôr do sol.

sunset outback Australia

O melhor pôr do sol do Kings Canyon! Kings Canyon Resort. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

viagem outback

Pôr do sol no kings Canyon Resort. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ficamos hospedados em um quarto de casal com banheiro privativo. O quarto era enorme, com ar condicionado, varanda, frigobar e chaleira/cafeteira. Tivemos uma noite de sono perfeita e recomendamos demais!

Kings Canyon Resort

Quarto de casal do Kings Canyon Resort. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

4) Qual é a melhor época para visitar o Kings Canyon

O parque fica aberto o ano todo, no entanto, é bom evitar os meses mais quentes do ano. Em geral, o período de abril a setembro é mais fresco e a caminhada é mais agradável nesta época. Se você for fora desse período, esteja bem preparado para o calor. Capriche no protetor solar, leve chapéu e muita, muita água.

Pontos de interesse Kings Canyon Outback

Março no Kings Canyon! Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

No próximo post, a nossa aventura pelo Uluru-Kata Tjuta National Park e todas as dicas, não perca!

Gostou deste post? Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nenhum centavo a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Pensando em conhecer o Kings Canyon? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois. É simples, rápido e prático!

* A nossa hospedagem no Kings Canyon Resort foi uma cortesia da gerência, mas todos os relatos descritos neste post foram baseados em nossas experiências reais e refletem a nossa opinião.

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

21 Comentários

    • Olá, Flávia! Que bom que você curtiu. O Kings Canyon é realmente um lugar incrível. Não deixe de visitá-lo quando for para a Austrália. Obrigado pelo comentário. Abraços, Cristina e Renato.

    • Olá, Beneth! Obrigado pelo comentário. A Austrália é sim um lugar incrível para quem curte natureza. Lá você encontrará várias paisagens diferentes, trilhas, atividades ao ar livre, praias lindíssimas e animais que você só verá na Austrália. Curtimos demais e recomendamos. Abraços, Cristina e Renato.

    • Olá, Leo! Obrigado pelo comentário. Aquela piscina em um calor de 40 graus foi definitivamente um oásis para nós, rs. O melhor lugar após uma caminhada no deserto! Amamos o Kings Canyon e recomendamos demais para quem pretende visitar a Austrália! Abraços, Cristina e Renato.

  1. Uauu uauu babei aqui com essas fotos maravilhosas. Que paisagem linda essa do Kings Canyon. Confesso que até então, ainda não tinha ouvido falar sobre ele. Amo trilhas e uma caminhada rodeada com uma natureza tão exuberante deve ser incrível. E a vista do resort e do pôr do sol é a maneira mais prazerosa de fechar o dia com chave de ouro 🙂 Adorei

    Beijos

    • Olá, Josiane! Muito obrigado pelo comentário. O kings Canyon foi realmente uma surpresa para nós. Também não tínhamos visto praticamente nada sobre ele na internet antes de irmos. Mas quando chegamos lá… foi paixão à primeira vista. Esse é realmente um lugar muito especial para quem curte trilhas, natureza e lugares diferentes. Recomendamos demais. Grande abraço, Cristina e Renato.

  2. o outback é um lugar incrivel ne, paisagens muito diferentes do que estamos acostumados…explorar a pe toda essa natureza deve ser uma experiencia enriquecedora! e como fica mais lindo as luzes do por do sol

    • Olá, Ângela! Verdade! Ter conseguido fazer a trilha completa, em um calor de quase 40 graus, foi uma super realização. Essas imagens ficarão para sempre em nossas memórias. Obrigado pelo comentário. Abraços, Cristina e Renato.

Deixe um comentário