O que fazer em Queenstown: dicas e roteiro

0

Situada na ilha sul da Nova Zelândia, Queenstown é uma cidadezinha linda e super charmosa, conhecida mundialmente como a capital dos esportes radicais. 

Queenstown

Queenstown, uma das cidades mais lindas do mundo! Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Localizada entre montanhas e lagos de águas cristalinas, Queenstown oferece excelentes oportunidades de caminhadas na natureza, além de várias outras atividades ao ar livre, como bungy jump, paragliding, canoagem, passeios de barco, passeios a cavalo e rafting.

Apesar de ser uma cidade pequena, Queenstown oferece uma infinidade de opções turísticas, podendo ser a base e ponto de partida para diversas outras regiões lindíssimas da ilha sul, como Glenorchy, Mount Aspiring, Mount Cook, Cromwell, Central Otago e Milford Sound

Em nossa road trip pela Nova Zelândia, em abril de 2017, chegamos em Queenstown vindos do Mount Cook National Park (Twizel) e conhecemos diversas atrações ao longo do caminho. De lá, seguimos para Glenorchy, onde nos hospedamos e fizemos o lindíssimo passeio Dart River Funyak. Por fim, retornamos para Queenstown, curtimos mais um pouco a cidade, tomamos um espumante à noite na praia e nos hospedamos. No dia seguinte, pegamos estrada em direção ao famoso Fiordland National Park.

No post de hoje, detalharemos todo o nosso roteiro nessa região, com dicas de atrações, estradas cênicas e hospedagem. Você verá que Queenstown é realmente uma das cidades mais incríveis do mundo!

1) De Mount Cook National Park à Queenstown

  • Clay Cliffs 

Clay Cliffs

Clay Cliffs, Nova Zelândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Esta atração, que é totalmente a nossa cara, entrou no nosso roteiro de última hora e nos surpreendeu bastante.

Dica do nosso amigo Oscar Risch, do blog Viajoteca, o Clay Cliffs é uma formação geológica bastante diferente, com vários pináculos formados por antigas geleiras, hoje separados por caminhos bem estreitos. 

Para quem tem mais tempo, o que infelizmente não foi o nosso caso, é possível caminhar entre os pináculos e se perder em uma verdadeira obra de arte da natureza. 

O acesso ao Clay Cliffs é feito pela State Highway 8, entre as cidades de Twizel e Omarama. Quem vem de Twizel, deve percorrer cerca de 25 km, pegar a entrada sinalizada à direita e seguir uma estrada secundária de aproximadamente 10 km até a entrada dos penhascos. Quem vem no sentido oposto, chegará à estrada de acesso cerca de 4,5 km após a cidade de Omarama.

É importante mencionar que, por estar localizado dentro de uma propriedade privada, é necessário depositar uma pequena taxa por carro, 5 dólares neozelandeses (valor de abril de 2017), em uma caixinha localizada na porteira logo na entrada do Clay Cliffs

Atente-se que não há banheiros públicos ou área de piquenique na propriedade.

  • Lindis Pass 

Lindis Pass Nova Zelândia estradas cênicas

Lindis Pass, Nova Zelândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Lindis Pass é uma estrada super cênica, que liga a Bacia Mackenzie à região de Otago Central, atravessando o vale dos rios Lindis e Ahuriri.

A altitude da estrada pode chegar à 971 metros acima do nível do mar, o que proporcionará belas vistas das montanhas e dos vales.

Durante o inverno, boa parte da estrada poderá estar coberta de neve. Nesse período, é bom checar as condições da rodovia antes de percorrê-la.

  • Cromwell 

Fundada pelos garimpeiros, durante a corrida do ouro no século XIX, Cromwell é uma cidade super fofa, que merece uma visita. 

Caminhe por “Old Cromwell Town” e visite diversas casinhas da época da corrida do ouro, que ainda estão preservadas. Algumas delas foram mantidas exatamente como eram naquela época. Outras, no entanto, foram transformadas em lojinhas, galerias e restaurantes, mas todas mantiveram as características originais do século XIX. 

Old Cromwell Town

Old Cromwell Town. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em frente a “Old Cromwell Town“, você encontrará o lago Dunstan. Faça um passeio nas suas margens, descanse e saboreie um piquenique com uma vista incrível!

Lago Dunstan Cromwell

Lago Dunstan em Cromwell. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer em Queenstown

Piquenique no Lago Dunstan em Cromwell. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

  • Passeio de Jet Boat com a Goldfields Jet

A Goldfields Jet é uma empresa de Jet Boat, localizada no incrível Kawarau Gorge, que proporciona experiências únicas em um barco ultra rápido.

O passeio de Jet Boat dura em média 40 minutos e percorre as águas azuis do desfiladeiro, com velocidade que pode chegar a até 80 km por hora.

Além da velocidade, que é super empolgante, o piloto do barco faz manobras super radicais, fazendo rodopios de até 360 graus. 

Jet Boat no Kawarau Gorge Nova Zelândia

Jet Boat no Kawarau Gorge. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em alguns momentos, a velocidade do barco é reduzida, para que os viajantes possam contemplar a paisagem e para que sejam contadas histórias da época da corrida do ouro na região.

Ao final do passeio, é possível visitar o Goldfields Mining Centre, que abriga uma antiga mina de ouro de 107 anos atrás, onde estão demonstrados os utensílios, maquinários e equipamentos utilizados no época. Fique à vontade para explorar este museu a céu aberto e para tentar a sorte garimpando com as famosas “Gold Panning”.

Goldenfields Mining Centre

Goldfields Mining Centre. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Atrações Queenstown

Goldfields Mining Centre. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

2) Atrações em Queenstown – primeira parte

  • Skyline Gondola e Skyline Luge

Considerado o teleférico mais íngreme do hemisfério sul, a Skyline Gondola liga o centro de Queenstown ao pico Bob, com ganho de 450 metros de elevação. 

Skyline Gondola Queenstown

Skyline Gondola, Queenstown. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A vista de cima da montanha é simplesmente de tirar o fôlego. Lá você encontrará um mirante, de onde poderá ver a cidade de Queenstown, rodeada pelo lago Wakatipu, diversas montanhas, picos nevados e muito verde. 

Pontos de interesse Queenstown

Vista da Skyline Gondola, Queenstown. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Diversas atividades são oferecidas no topo do pico Bob. Entre elas, você verá opções de caminhada, trilhas para mountain biking e o famoso Skyline Luge, que consiste em uma espécie de carrinho de rolimã, que desce a montanha a todo vapor por duas pistas diferentes.

Skyline Luge

Skyline Luge, Queenstown. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

É possível combinar o ticket da gôndola com descidas de Luge e até mesmo com um almoço ou um jantar no restaurante. Nós combinamos gôndola com 2 descidas de Luge. Mas confesso que, após a primeira descida, fiquei com vontade de passar o dia inteiro descendo e subindo a montanha, rs. 

Para consultar os valores atualizados, acesse o site oficial da Skyline Queenstown

3) De Queenstown a Glenorchy

De Queenstown a Glenorchy, são apenas 44 km. Apesar da curta distância, a estrada é tão cênica, mas tão cênica, que merece ser visitada em 1 dia inteiro, para que você possa apreciar com calma todas as suas belas paisagens e as paradinhas ao longo do lago Wakatipu.

Glenorchy-Queenstown Road

Parada na Glenorchy-Queenstown Road. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Como não dispúnhamos de tanto tempo neste dia, visitamos algumas atrações da estrada até começa a anoitecer e visitamos as demais no dia em que voltamos de Glenorchy para Queenstown

Em resumo, separe bastante tempo para este trecho. Vai por mim: a Glenorchy-Queenstown Road entrará para a sua lista Top 10 estradas cênicas do mundo!

4) Atrações em Queenstown – segunda parte

  • Continuação da Glenorchy- Queenstown Road

Como falamos, o nosso primeiro dia entre o Mount Cook, Queenstown e Glenorchy foi enorme e cheio de atividades. Por isso, não foi possível conhecer todas as paradas da Glenorchy-Queenstown Road

Assim, deixamos para curtir a rodovia no dia em que voltamos de Glenorchy para Queenstown. Destaque para Wilson Bay, que é uma prainha super gostosa no caminho!

Pontos Turísticos Queenstown Nova Zelândia

Wilson Bay, Glenorchy-Queenstown Road . Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Passeio pelo centrinho de Queenstown

Queenstown é uma cidade super fofa e aconchegante. O seu centrinho turístico, repleto de lojas, cafés, sorveterias e restaurantes, é bastante pequeno e facilmente conhecido a pé. 

Aproveite para passear sem pressa e conhecer a Cookie Time, uma lojinha de cookies, localizada na rua Camp, nº 18, que cheira bem o quarteirão inteiro! 

  • Passeio na praia de Queenstown

A praia de Queenstown é na verdade uma praia de água doce, formada pelas águas cristalinas do lago Wakatipu.

Aproveite para dar um mergulho, passear na orla, andar de bicicleta, fazer um passeio de barco ou mesmo saltar de parapente. 

Viagem turismo Queenstown

Praia de Queenstown. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Espumante à noite na Orla de Queenstown (próximo ao Nomads Queenstown)

A noite, a grande pedida é sentar na orla e tomar um espumante apreciando o céu e o movimento da cidade. 

Levamos o nosso próprio espumante e ficamos sentados na praia em frente à rua Marine Parade, onde há também banheiros públicos limpos. 

Em resumo: voltamos mega apaixonados por Queenstown!

5) Outras atrações 

Como falamos, Queenstown é uma cidade super legal e que oferece várias atividades. Infelizmente, não tivemos tanto tempo para explorar a região quanto gostaríamos de ter tido. Na verdade, nós gostamos tanto de Queenstown, que a nossa vontade quando estávamos lá foi largar tudo e mudar para sempre para essa cidadezinha tão charmosa da Nova Zelândia

A seguir, algumas atrações que não visitamos, mas que também estão super bem avaliadas no Tripadvisor.

  • Trilha para Queenstown Hill

Esta atração é super bem avaliada no Tripadvisor e consiste em uma caminhada de nível moderado, que leva o viajante até o topo das montanhas que circundam a cidade, com duração de 1h30min em média (ida). Infelizmente não tivemos tempo de percorrer esta trilha, mas pareceu-nos bem legal. 

  • Rota dos Vinhos Central Otago 

A região de Central Otago possui atualmente cerca de 80 vinícolas, nas quais são produzidos vinhos de excelente qualidade, dos quais se destacam os vinhos pinot noir. 

Em um cenário com rios, desfiladeiros, vales e montanhas cobertas de neve, a região combina bons vinhos com seus produtos frescos e gastronomia gourmet.

  • Arrowtown

Fundada em 1862, Arrowtown está localizada nas proximidades do rio Arrow. A cidade prosperou durante a Corrida do Ouro do século XIX, quando foram construídos hotéis, casas, lojas e igrejas.

Atualmente, cerca de 60 construções desse período ainda podem ser vistas em bom estado de conservação na região. 

6) Onde se hospedar em Queenstown

 O centro turístico de Queenstown é bem pequeno e se encontra nos arredores do lago Wakatipu. O ideal é que você fique hospedado nessa região para que possa explorar a cidade a pé e para, quem sabe, tomar também até um espumante à noite na praia!

Nomads Queenstown Backpackers

Localização perfeita do Nomads Queenstown Backpackers. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ficamos hospedados no Nomads Queenstown Backpackers, um hostel super completo e bem avaliado, localizado a 2 minutos à pé da praia. 

Além de quartos coletivos com banheiro compartilhado, o hostel oferece quartos de casal completíssimos, com varanda, frigobar e banheiro privativo. Esta foi a opção que escolhemos e que nos atendeu super bem. 

Onde se hospedar em Queenstown

Quarto do Nomads Queenstown Backpackers. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O hotel oferece gratuitamente um café da manhã simples e um jantar de prato único, que é servido em outro hostel da rede, localizado nas proximidades. Se você se hospedar nesse hostel, consulte na recepção o cardápio do dia e esteja no hall de entrada no horário marcado. Não atrase, pois os hóspedes vão todos juntos e em fila para o outro hostel, o que chega a ser bastante engraçado! 

Para quem prefere preparar a própria refeição, há também uma cozinha compartilhada e equipada. 

Outras comodidades do Nomads Queenstown Backpackers: sauna, recepção 24 horas, balcão de turismo, depósito de bagagem e lavanderia. Observe que não é permitido entrar com bebidas alcoólicas na propriedade. Para isso, há um depósito de bebidas na recepção. 

No próximo post, tudo sobre o passeio de barco que fizemos no grandioso Milford Sound, não perca!

Gostou deste post? Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nenhum centavo a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Pensando em conhecer Queenstown? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois. É simples, rápido e prático!

Conheça Queenstown, uma das cidades mais aconchegantes da Nova Zelândia e que é também um importante pólo de atividades ao ar livre e de esportes radicais.

A nossa hospedagem no Nomads Queenstown e os nossos passeios com a Goldfields Jet e Skyline Gondola foram uma cortesia dessas empresas. Todos os relatos descritos neste post, no entanto, foram baseados em nossas experiências reais e refletem a nossa opinião.

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

Deixe um comentário