São Petersburgo em 4 dias. Dia 4: Palácio de Catarina

0

Localizado na cidade de Pushkin, antiga Tsarskoye Selo, a 25 km de São Petersburgo, o Palácio de Catarina foi, durante anos, a residência de verão dos czares russos.

Palácio de Catarina Rússia

Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O Palácio foi idealizado por Catarina I, em 1717, mas foi totalmente remodelado em 1756 por sua filha (Imperatriz Isabel), que introduziu o estilo Rococó e tornou o palácio muito maior e opulento.

Em nosso roteiro de 4 dias por São Petersburgo, em outubro de 2015, dedicamos 1 dia inteiro para visitar esta atração. Além de grande e distante do centro de São Petersburgo, o Palácio de Catarina ainda possui um enorme e magnífico jardim, onde você poderá passar várias horas do seu dia e, quem sabe, até fazer um piquenique em um dos cenários mais bonitos da Rússia.

O nosso roteiro em São Petersburgo ficou assim:

No post de hoje, detalharemos várias informações sobre o Palácio de Catarina para ajudá-lo a realizar esta viagem também!

Roteiro São Petersburgo Palácio de Catarina

Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1) Como chegar no Palácio de Catarina

Para chegar ao Palácio de Catarina, pegamos a linha 1 (vermelha) do metrô e descemos na estação Pushkinskaya (Пушкинская). Esta estação do metrô fica ao lado da estação de trem Vitebskiy, de onde partem os trens para Pushkin (Пу́шкин).

Achamos a estação de trem Vitebskiy bastante confusa. Descobrimos, com muito custo, que os trens com destino a Pushkin não partem do hall principal e sim de um hall menor adjacente. Para chegar até ele, fique de frente para a entrada principal e contorne a esquina da estação a sua direita. Depois de muitas tentativas, conseguimos encontrar a bilheteria do nosso trem, embarcamos e descemos na estação Tsarskoye Selo, em Pushkin.

Logo na saída da estação Tsarskoye Selo, há uma praça em formato semi-circular, onde começam três ruas. Seguimos a rua do meio até o final, viramos à direita e depois à primeira esquerda. Essa rua termina nos jardins do palácio. A caminhada toda durou cerca de 25 minutos, com uma distância de pouco menos de 2 km.

Coordenadas do palácio: 59.714774, 30.404889

2) Informações básicas

  • Atrações e ingressos

O complexo de Catarina é composto pelo Palácio de Catarina, pelo Jardim de Catarina e por vários outros pavilhões e palácios menores, como o Palácio e o Jardim de Alexander.

O que fazer em São Petersburgo

Jardins do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A maioria das atrações do complexo são pagas e os ingressos são comprados individualmente por cada edifício. Durante a baixa estação, de outubro a abril, algumas atrações que normalmente requerem ingresso podem estar com a entrada liberada e outras podem estar fechadas.

Para verificar o horário de funcionamento e os valores atualizados de cada atração, confira o site oficial do Palácio de Catarina.

  • Facilidades

Na entrada do Palácio de Catarina, existem alguns cômodos próprios para deixar casacos e objetos pessoais. Todas as bolsas e mochilas com dimensões maiores que 40x30x20 cm devem ser deixadas nesses vestiários, assim como carrinhos de bebês, casacos, guarda-chuvas e garrafas de água.

Infelizmente, esse não é dos melhores serviços do complexo. Quando fomos, as filas para guardar os objetos eram enormes, as atendentes não tinham boa vontade e pegavam os pertences de qualquer jeito. Em uma dessas, rasgaram um dos nossos casacos. Mas, como diz o próprio site do Complexo de Catarina: “O museu não se responsabiliza por objetos deixados nos vestiários”. E não se responsabiliza mesmo!

Outras facilidades do complexo:

  • caixa eletrônico (ATMs);
  • lojas de souvenir;
  • restaurantes e cafés;
  • banheiros;
  • Hotel Ekaterina.
Pontos turísticos São Petersburgo Palácio de Catarina

Complexo do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

3) Visita ao Palácio de Catarina

3.1) Interior do Palácio de Catarina

As principais atrações do palácio são o Grande Salão (Great Hall); o Golden Enfilade of state rooms, que inclui o famoso Quarto de Âmbar (Amber Room);  o Arabesque Hall e o White Main Dining Room.

Turismo Viagem Rússia

Interior do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer Rússia

Interior do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

4 dias São Petersburgo

Interior do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Interior do Palácio de Catarina Rússia

Interior do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Palácios Romanov Rússia

Interior do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Infelizmente, não é possível tirar foto do Quarto de Amber, que é o cômodo mais lindo e impressionante.

3.2) Exterior do Palácio de Catarina

Do lado de fora do palácio, é possível fazer um passeio super romântico pelos jardins de Catarina e de Alexander e apreciar suas esculturas, monumentos de mármore, pontes, lagos e pavilhões turcos e chineses.

Roteiro São Petersburgo

Esculturas espalhadas pelos jardins. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Animais Rússia

Habitantes do jardim de Catarina. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Palácio de Catarina o que fazer

Jardim do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Roteiro Palácio de Catarina

Jardim do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Atrações São Petersburgo

Pavilhões espalhados pelo Jardim do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

pontos turísticos Rússia

Pavilhões espalhados pelo Jardim do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

É provável que o interior do palácio esteja bem cheio de turistas quando você for, o que pode irritar um pouco. A grande vantagem dos jardins, por sua vez,  é que você nunca terá a sensação de ele estar cheio, já que as milhares de pessoas que os visitam todos os dias são facilmente diluídas em 300 hectares de jardim!  Aproveite!!!

Turismo Rússia

Palácio de Catarina, Rússia. Foto: RMA/ Blog Pegadas na Estrada

Jardim de Catarina

Ponte de Mármore no Jardim do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Viaje Rússia São Petersburgo

Passeio pelo Jardim do Palácio de Catarina, Rússia. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

4) Onde se hospedar

Como falamos no início do post, o Palácio de Catarina fica localizado na cidade de Tsarskoye Selo, a 25 km de São Petersburgo. As principais atrações para quem vai à São Petersburgo, no entanto, estão localizadas no seu centro histórico e próximas à avenida Nevsky Prospect, ou seja, distantes do Palácio de Catarina.

Portanto, a não ser que você queira passar uma noite no maravilhoso Hotel Ekaterina, ficar hospedado na região do centro histórico de São Petersburgo é a melhor opção para quem busca conhecer a maior parte de suas atrações à pé.

No primeiro post da série Roteiro de 4 dias em São Petersburgo, explicamos os diferentes tipos de hotéis existentes na Rússia, como os chamados “mini-hotéis”, B&B e outros e sugerimos algumas opções de hospedagem com bom custo-benefício. Vale a pena conferir!

5) Viagem de trem noturno de São Petersburgo para Moscou

De São Petersburgo a Moscou, embarcamos no icônico trem “Red Arrow”, no período noturno. Este trem histórico, que transportava figuras importantes como Lênin e Stálin, opera continuamente na rota São Petersburgo – Moscou desde 1931, tendo seus serviços interrompidos somente durante o cerco de Leningrado (1941-1943).

A viagem no Flecha Vermelha (Red Arrow) é uma verdadeira viagem no tempo. Para embarcar, você deve procurar o seu vagão, cujo número estará escrito na sua passagem. Na porta do vagão, haverá uma comissária vestida com o tradicional uniforme soviético (com a boina vermelha inclusive), que o conduzirá até a sua cabine.

  • Cabine-leito

Para passar a noite, alugamos uma cabine-leito para duas pessoas e foi uma experiência incrível. A cabine tinha espaço para guardar as malas embaixo dos bancos, que se transformavam em camas. O banheiro era compartilhado, porém restrito a apenas as cabines do próprio vagão, que não eram muitas.

Durante a viagem, tivemos total privacidade e segurança, já que a porta da cabine pode ser trancada por dentro. Além disso, em cada vagão, há uma comissária que fica “à disposição” dos passageiros durante toda a noite, para atender as demandas que surgirem.

  • Alimentação a bordo

Logo que o trem começa a andar, um funcionário da empresa passa pelas cabines oferecendo o jantar, que é pago à parte, e pedindo que você escolha a bebida do café da manhã, que está incluído na “diária”. Para o café da manhã, é possível pedir café, suco ou cerveja, rs. Além disso, você recebe logo no início da viagem uma garrafa de água mineral e alguns snacks.

  • Tempo de viagem

A viagem toda demora cerca de 8 horas. Caso você não tenha tanto tempo ou não esteja disposto a viajar no período noturno, há também o trem bala, que faz a mesma viagem em menos da metade do tempo. Apesar da rapidez dessa opção, nada supera o charme do histórico  “Red Arrow”!

Viagem de trem noturno entre São Petersburgo e Moscou. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Gostou desta matéria? Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nenhum centavo a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem. Obrigado e até a próxima!



Booking.com

Pretende conhecer o Palácio de Catarina? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois. É simples, rápido e prático!

*** Você também poderá gostar de ler ***

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

Deixe um comentário