O que fazer em Brumadinho: Inhotim e outras atrações

0

Localizada a cerca de 60 km de Belo Horizonte, Brumadinho é uma cidade mineira cercada por uma belíssima cadeia montanhosa, que engloba as serras Rola-Moça e a da Moeda.

Mirante do Sky Driver Escola de Parapente e Paramotor

Serra da Moeda vista do Mirante do Sky Driver Escola de Parapente e Paramotor. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A cidade abriga grandes mananciais, fornecendo cerca de um quarto da água que abastece a região metropolitana de Belo Horizonte.

Com tanta natureza, Brumadinho é destino certeiro para os amantes de ecoturismo e/ou para aqueles que querem curtir o clima romântico das serras de Minas.

É possível montar roteiros interessantíssimos de 1, 2, 3 ou mais dias na região de Brumadinho. Para visitar todas as atrações que visitamos com tranquilidade, recomendamos no mínimo 3 dias inteiros.

A seguir, detalhamos as atrações que visitamos, além de dicas de hospedagem e de onde comer bem.

O que fazer em Brumadinho – Minas Gerais

1.1) Parque Estadual Serra do Rola Moça

O Parque Estadual Serra do Rola Moça é considerado o terceiro maior parque em área urbana do Brasil e está localizado nos municípios de Brumadinho, Belo Horizonte, Nova Lima e Ibirité.

Parque Estadual Serra do Rola Moça Minas Gerais

Parque Estadual Serra do Rola Moça, Brumadinho. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Sua principal entrada está localizada na Avenida Montreal, no bairro Jardim Canadá (Nova Lima). Para chegar até ela, basta seguir a Avenida Montreal cerca de 3 km a partir do Posto Chefão.

Não é preciso pagar entrada para visitar o parque e recomenda-se conhecê-lo apenas durante o dia por questões de segurança.

Dentro do parque não há estrutura de camping ou hospedagem, mas há alguns mirantes e atividades monitoradas, como trilhas, visitas a mananciais, cachoeiras e viveiros. Para as atividades monitoradas, é necessário fazer agendamento prévio. Confira mais informações aqui.

Para quem está de carro e quer apenas ter boas vistas das serras, há 4 mirantes ao longo da estrada que corta o parque em direção a Casa Branca.

São eles:

Apesar de lindíssimo o parque, a estrutura não é das melhores. Os mirantes não são bem sinalizados, os estacionamentos são improvisados e não há banheiros públicos ao longo da estrada. Falta muuuuuito investimento! Ainda assim, as vistas são lindas e os mirantes merecem uma visita.

Natureza Brumadinho

Parque Estadual Serra do Rola Moça, Brumadinho. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer em Brumadinho

Parque Estadual Serra do Rola Moça, Brumadinho. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1.2) Mirante do Sky Driver Escola de Parapente e Paramotor (antigo mirante do Topo do Mundo)

No topo da Serra da Moeda, encontramos o mirante da Escola de Parapente e Paramotor Sky Driver. De lá, tem-se boas vistas da Lagoa dos Ingleses, do Condomínio Retiro do Chalé e de boa parte das serras que cercam Brumadinho. Nos dias de céu aberto, é comum ver pessoas voando de parapente e de paramotor.

  • Estrutura do mirante

Há um pequeno estacionamento gratuito na entrada. Quando fomos, o local parecia um pouco abandonado, mas estava funcionando. Começamos a subir e logo vimos a entrada do mirante. Para entrar, é necessário pagar uma pequena taxa (R$ 2,00 quando fomos). Lá você encontrará banheiros, água potável e um pequeno centro de informações.

Em frente à entrada, há um restaurante lindíssimo que estava reformando. Acredito que em breve este poderá ser um ponto bastante interessante para curtir o pôr do sol.

Roteiro Brumadinho Topo do Mundo

Mirante do Sky Driver Escola de Parapente e Paramotor. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

1.3) Piedade do Paraopeba

Piedade do Paraopeba é um distrito de Brumadinho, datado do início do século XVII. Estudos mostram que o distrito é mais antigo do que o próprio município de Brumadinho e do que todas as outras cidades históricas famosas de Minas Gerais, como Ouro Preto, Mariana e Sabará.

Piedade do Paraopeba é um vilarejo super pequeno e que abriga duas igrejas charmosíssimas em sua rua principal: a Matriz de Nossa Senhora da Piedade e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Matriz de Nossa Senhora da Piedade Brumadinho

Matriz de Nossa Senhora da Piedade, Piedade do Paraopeba. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Igreja de Nossa Senhora do Rosário Piedade do Paraopeba

Igreja de Nossa Senhora do Rosário, Piedade do Paraopeba. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O distrito também oferece alguns restaurantes de comida mineira, que mencionaremos no item 3 deste post.

É um local para curtir o clima de interior de Minas Gerais e para tirar boas fotos!

1.4) Casa Branca

Datado do mesmo período de Piedade do Paraopeba, Casa Branca é um bairro de Brumadinho que também apresenta influências do período dos mineradores de ouro e esmeralda na região.

Casa Branca possui inúmeras pousadas e restaurantes, sendo um destino super procurado nos finais de semana.

1.5) Instituto Inhotim – Centro de Arte Contemporânea

Sem dúvidas a atração mais incrível e famosa de Brumadinho!!!

O Instituto Inhotim é o maior museu a céu aberto do mundo e abriga uma série de pavilhões e galerias com obras de arte contemporânea expostas ao ar livre.

O grande diferencial de Inhotim é que a disposição das obras em meio à natureza convida o visitante a caminhar por seus jardins, lagos, trilhas e vales, estabelecendo uma interação ativa com o espaço. É possível, por exemplo, nadar em uma piscina construída em formato de caderneta de endereços; provar ervas diretamente do Jardim de Todos os Sentidos; ou mesmo escrever nomes e mensagens com letras em formato de tijolos.

Não é à toa que Inhotim é o destino preferido em Minas por casais e gestantes para ensaios fotográficos.

Instituto Inhotim Centro de Arte Contemporânea Brumadinho

Instituto Inhotim – Centro de Arte Contemporânea. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Como visitar Inhotim:

Horário de funcionamento: Inhotim está aberto ao público de terça-feira à domingo, sendo gratuito nas quartas-feiras.

O ticket de entrada é adquirido na portaria e há uma série de opções para meia entrada. Confira as regras e os valores atualizados no site oficial de Inhotim.

Para quem tem disposição e agilidade, é possível percorrer o parque todo a pé. Para quem não é tão fã de caminhada ou apresenta dificuldades de locomoção, há ainda um transporte interno com circuito pré-estabelecido, que é pago à parte.

Em uma das vezes que visitamos Inhotim, eu estava gestante e por isso tive a isenção do valor do transporte interno tanto para mim, quanto para o Renato.

Nas outras vezes, no entanto, percorremos todo o parque a pé mesmo. É bastante cansativo, mas é possível se você tiver o dia todo e bastante disposição. A grande vantagem de percorrer tudo a pé é que você vai curtindo cada cantinho charmoso do parque.

Galerias de Inhotim

Inhotim possui galerias permanentes com obras de artistas contemporâneos do mundo todo. Além das obras permanentes, o complexo está em constante atualização, com a inauguração de novos projetos e novos acervos.

A seguir, algumas galerias que amamos:
Galeria Cildo Meireles:

A dica para curtir essa obra é primeiro entrar na sala com cacos de vidro e depois na sala vermelha. Em um primeiro momento, você caminhará com calçado sobre os cacos de vidro. Depois, você terá que tirar os sapatos para caminhar na sala vermelha. A sensação é muuuuito interessante. Não deixe de ter essa experiência!

Galeria Cildo Meireles Inhotim

Galeria Cildo Meireles, Inhotim. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Galeria Adriana Varejão:
Galeria Adriana Varejão Inhotim

Galeria Adriana Varejão, Inhotim. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Invenção da cor (Penetrável Magic Square), de Hélio Oiticica:
Atrações de Inhotim

Invenção da cor (Penetrável Magic Square), de Hélio Oiticica. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Galeria Claudia Andujar:

Com mais de 500 fotografias da artista Claudia Andujar, esta galeria conta a história da Amazônia brasileira e do povo indígena Yanomami, habitantes dos Estados de Roraima e Amazonas, na região próxima à fronteira com a Venezuela. As fotos são incríveis e valem uma visita.

Galeria Claudia Andujar Inhotim

Galeria Claudia Andujar, Inhotim. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Roteiro Inhotim Brumadinho

Galeria Claudia Andujar, Inhotim. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Galeria True Rouge

Uma obra de arte de mexer com a nossa imaginação e produzida com redes, madeira, vidro soprado, pérolas de vidro, tinta vermelha, esponjas do mar, bolas de sinuca, escovas limpa-garrafa, feltro e muito mais.

O que fazer em Inhotim

Galeria True Rouge, Inhotim. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Estrutura de Inhotim

Restaurantes: Inhotim possui restaurantes com serviço à la carte, self-service, hamburgueria, choperia, loja de sucos e cafeteria. De um modo geral os preços são bastante elevados. O melhor custo-benefício é o Restaurante Oiticica, que oferece almoço self-service.

É possível levar também o próprio lanche, mas fazer piquenique no parque é proibido. Há espaços próprios para alimentação, que estão indicados no mapa oficial do parque.

Estacionamento: Inhotim conta com um estacionamento enorme e gratuito. Nos dias mais cheios como quarta-feira, finais de semana ou feriado, é possível que você estacione o carro um pouco mais distante, mas nunca presenciamos falta de vagas.

Brumadinho, seus bairros e distritos oferecem uma vasta opção de pousadas e hotéis fazenda para todos os gostos, bolsos e estilos de viagem.

2) Onde se hospedar em Brumadinho

Se você pretende visitar apenas Inhotim, por exemplo, Brumadinho é a melhor opção. Se você, no entanto, quer curtir o clima romântico de montanha, a região do Mirante do Sky Driver Escola de Parapente e Paramotor é o local perfeito. E para você que quer curtir a boa gastronomia e o clima interiorano de Minas, a dica é se hospedar em Casa Branca ou Piedade do Paraopeba.

A seguir, opções para todos os perfis de viajantes!

2.1) Romance e Serras de Minas

Pousada Estalagem do Mirante

Com uma vista de deixar qualquer um de boca aberta, a Pousada Estalagem do Mirante é sem dúvidas a pousada mais romântica da região.

A pousada oferece ainda restaurante, piscina, recepção 24 horas, estacionamento e alguns quartos com banheira de hidromassagem.

2.2) Foco em Inhotim

Estrada Real Palace Hotel

Se você não tem tantos dias na região e pretende focar em Inhotim, o Hotel Estrada Real oferece boa localização e excelente custo benefício.

O hotel é super completo, com restaurante, piscina, sauna, quartos com ar condicionado e frigobar, estacionamento gratuito e recepção 24 horas.

2.3) Gastronomia e interior de Minas

Pousada Casa de Abraão (Palhano)

Localizada no bairro Palhano, a Casa de Abraão é famosa principalmente pelo seu excelente restaurante, com café-da-manhã excepcional. Para jantar, a dica é provar um prato árabe, especialidade do local.

Pousada Verde Folhas (Casa Branca)

Localizada em Casa Branca, a Pousada Verde Folhas oferece boas opções de atividades ao ar livre, restaurante, café da manhã, hospedagens rústicas e clima de fazenda.

Pousada Mahamaya (Piedade do Paraopeba)

Localizada na região de Piedade do Paraopeba, a Pousada Mahamaya possui piscina, jardins, café da manhã, estacionamento. 

Ideal para quem quer curtir o clima do interior de Minas em uma pousada rústica!

Pousada Casa da Moeda (estrada de Suzana – Piedade do Paraopeba)

Cercada por muita natureza, a Pousada Casa da Moeda é uma pousada familiar, formada por vários chalezinhos, uma piscina aquecida pequena, restaurante, estacionamento e lojinha de artesanatos.

3) Onde comer bem em Brumadinho

3.1) Piedade do Paraopeba – Restaurante Tia Cecília:

Restaurante familiar, cuja dona é super simpática e prestativa. O restaurante está localizado quase em frente a  Igreja de Nossa Senhora do Rosário e oferece comida mineira servida no fogão a lenha. Por um preço fixo por pessoa, é possível provar uma comidinha caseira com um bom custo benefício.

3.2) Casa Branca – Abóbora Bar e Restaurante:

Restaurante de comida mineira servida no sistema a la carte com pratos mineiros bem elaborados e apresentados. O restaurante está localizado em um ambiente rústico, tranquilo e com um pequeno riacho no fundo.

3.3) Bairro Palhano – Casa de Abrahão – O Jardim Secreto

Cozinha típica do Oriente Médio, do Norte da África e da Turquia. O restaurante também oferece um menu degustação com os chamados mezzes, que são pequenas porções, sempre acompanhadas por pães típicos assados na hora. Há opções de pratos no sistema a la carte ou menu fixo.

É um restaurante com uma proposta totalmente diferente e que busca surpreender!

Gostou deste post? Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nada a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante.

Pensando em conhecer Brumadinho, Minas Gerais? Dê um pin na foto abaixo e salve este guia no seu Pinterest!

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

Deixe um comentário