Roteiro de 4 dias em Moscou. Dia 2: Convento e Cemitério Novodevichy + Galeria Tretyakov

2

No primeiro dia do Roteiro de 4 dias em Moscou, mostramos as principais atrações que se concentram na região da Praça Vermelha, além de dicas de hospedagem e de locomoção. Se você ainda não leu esse post, vale a pena olhar essas dicas primeiro.

Agora, é hora de falarmos sobre as atrações que visitamos no segundo dia na cidade: o Convento e o Cemitério Novodevichy, que são uma excelente opção de passeio a céu aberto, e a Galeria Tretyakov, um museu interessantíssimo, dedicado à arte russa.

Convento Novodevichy roteiro Moscou

Convento Novodevichy, Moscou. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Segundo dia do Roteiro de 4 dias em Moscou: Convento e Cemitério Novodevichy + Galeria Tretyakov

1) Convento e Cemitério Novodevichy (período da manhã):

1.1) Cemitério Novodevichy

Cemitério Novodevichy, inaugurado em 1898, está localizado ao lado do Convento Novodevichy e é um dos cemitérios mais famosos da Europa.

Até o ano de 1991, os sepultamentos de personalidades soviéticas, como Iuri Gagárin, marechal Ivan Konev, Máximo Gorki e líderes políticos, como Stálin, Brejnev, Kalinin, Andropov, Ustinov, Chernenko e Molotov, eram realizados na Necrópole da Muralha do Kremlin.

Com o fim da União Soviética, no entanto, a Muralha do Kremlin deixou de ser usada para esse fim e o Cemitério Novodevichy passou a ser o principal local de sepultamento das personalidades russas. Foram sepultados lá, por exemplo, Boris Iéltsin e Nikita Khrushchev, além de escritores, músicos, políticos e heróis de guerra.

Atualmente é possível visitar o cemitério que, além dos túmulos, abriga capelas, monumentos e esculturas.

Dica: se você pretende visitar o cemitério, tire uma foto do mapa disponível logo na entrada para otimizar o seu tempo. Além de grande, o cemitério está dividido em 3 seções: antiga, nova e novíssima. Lembre-se que você terá apenas esta manhã para visitar o cemitério e o convento.

1.2) Convento Novodevichy

O que fazer em Moscou

Área externa do Convento Novodevichy, Moscou. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Considerado um dos monastérios mais bem preservados da Rússia, o Convento Novodevichy foi construído dentro de uma enorme muralha, em 1524, para celebrar a retomada de Smolensk, sob posse dos Lituanos até 1514.

Mapa do Convento Novodevichy dentro da muralha. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ao longo dos anos, o convento passou por várias restaurações, sendo substancialmente reconstruído no século XVII, quando diversos artistas e artesãos criaram, na Catedral de Smolensk, um enorme paredão decorado com ícones de ouro.

Catedral de Smolensk

Catedral de Smolensk no Convento Novodevichy. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Desde 2004, o Convento Novodevichy é considerado Patrimônio Mundial da Unesco e abriga, além da catedral, outras igrejas, a Torre do Sino, um museu e outros pequenos edifícios.

Pontos de interesse Moscou

Convento Novodevichy. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Dicas moscou

Convento Novodevichy. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1.3) Como chegar

A maneira mais fácil de chegar ao Convento e Cemitério Novodevichy é de metrô, uma vez que a estação Sportivnaya da linha 1 (vermelha) fica a apenas 850 metros de caminhada.

Coordenadas do GPS:

Cemitério: 55.723775, 37.556233
Convento: 55.726808, 37.557641

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

  • Horário de funcionamento do convento: aberto de quarta à segunda-feira. O museu e as igrejas funcionam das 9h às 17h. O convento também costuma fechar na primeira segunda-feira do mês.
  • Valor da entrada do convento: Não é necessário pagar ingresso para visitar a área externa do convento. Para visitar as atrações, no entanto, é necessário pagar 300 RUB ou 100 RUB (estudante). Para fotografar o interior das atrações, é necessário pagar mais 100 RUB. Para filmar, 200 RUB (valores de julho de 2017).
  • Mapas e informativos: quando fomos, todos os mapas disponíveis estavam escritos em alfabeto cirílico. Da mesma forma, o site oficial do convento ainda se encontra escrito apenas em russo.
  • Roupas: ao entrar nas igrejas, as mulheres devem cobrir a cabeça, os ombros e as pernas. Os homens devem estar de calça comprida.

 

2) Galeria Tretyakov (período da tarde):

Com mais de 130 mil obras de arte, que vão desde o século XI até o período contemporâneo, a Galeria Tretyakov é 100% dedicada à arte russa e foi uma das atrações de Moscou que mais nos surpreendeu.

Galeria Tretyakov

Ícones na Galeria Tretyakov. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A exposição começa com uma ampla coleção de ícones, que são painéis de madeira, pintados com representações sacras. Essa arte pictórica religiosa é bastante comum na Rússia, sendo facilmente encontrada em diversas igrejas do país.

Viagem Rússia

Ícones na Galeria Tretyakov. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer Rússia

Ícones na Galeria Tretyakov. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

museu arte russa Moscou

Ícones na Galeria Tretyakov. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

ícones russo

Ícones na Galeria Tretyakov. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A exposição passa por diversas fases, com destaque para uma interessante coleção do século XX, que inclui obras famosas de Malevich, Kandinsky, Chagall, Filonov e Popova.

Ivan o terrível e seu filho Ivan

Quadro Ivan o terrível e seu filho Ivan. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Roteiro de 4 dias em Moscou

Demon (sitting) – Vrubel Mikhail Aleksandrovich . Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Galeria Tretyakov

Shir-Dor Madrasah on the Registan in Samarkand – Vereshchagin Vasily Vasilyevich. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Roteiro de 4 dias em Moscou

Quadro da Galeria Tretyakov . Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Para quem gosta de arte, vale a pena passar na lojinha do museu. Lá você encontrará livros lindíssimos, quebra cabeça e vários objetos para decoração.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

  • Horário de funcionamento: 3ª, 4ª e Domingo (10:00 às 18:00) e 5ª, 6ª e Sábado (10:00 às 21:00).
  • Valores: 500 RUB. Gratuito para menores de 18 anos (valores de julho de 2017). Para consultar os valores atualizados, consulte o site oficial da Galeria Tretyakov.

3) Onde se hospedar em Moscou

A melhor região para se hospedar em Moscou é, sem dúvidas, próximo à Praça Vermelha, o que permitirá que você conheça boa parte das atrações a pé e ainda esteja próximo a todo tipo de transporte público.

Confira todas as dicas e algumas sugestões de hotéis com bom custo-benefício no item 4 do post que escrevemos sobre o primeiro dia em Moscou.

E assim terminamos o nosso 2º dia em Moscou! Não perca as atrações do 3º dia no próximo post! 😉

Gostou desta matéria? Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nenhum centavo a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante. Até a próxima 🙂

Pensando em conhecer Moscou? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois.

Roteiro de 4 dias em Moscou com dicas de atrações, hospedagem e locomoção. Confira o Convento Novodevichy e a Galeria Tretyakov no segundo dia.

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

2 Comentários

  1. Cristina e Renato, estou adorando as informações da Russia! Gostaria de saber o que fizeram no terceiro e quarto dia em Moscou?
    Obrigada,
    Rafaella

    • Olá, Rafaella!

      Que bom que você está gostando do nosso conteúdo. A gente fica super feliz de poder ajudar outros viajantes também!
      No terceiro dia em Moscou, fizemos um bate-volta para Sergiev Posad, um lugar incrível a 70 km da capital russa.

      No quarto dia, exploramos o metrô de Moscou, conhecido como o “palácio do povo”, alguns prédios do período soviético, o Tsarytsino Open-air Museum e a rua Arbat.

      O post sobre Sergiev Posad já está saindo do forno. Será publicado amanhã!

      O último post da série será publicado nos próximos dias também. Se você tiver interesse, assine gratuitamente a nossa newsletter e você receberá todos esses posts assim que forem publicados.

      No mais, se tiver alguma dúvida, só deixar um comentário no blog, ok?
      Abraços, Cristina e Renato.

Deixe um comentário