Denali National Park – Roteiro de 2 dias

24

O Denali National Park é um parque nacional no interior do Alasca, localizado a aproximadamente 4 horas de carro de Anchorage, que abriga paisagens incríveis em torno do Denali, a maior montanha da América do Norte.

Denali National Park Alasca Estados Unidos

Denali National Park e sua cadeia montanhosa. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Além das paisagens únicas, o Denali oferece ainda uma das melhores oportunidades para avistar vida selvagem no Alasca, inclusive o fofo urso Grizzly em seu habitat natural.

Grizzle Bear Denali Alaska

Urso Grizzly no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em julho de 2016, fizemos uma Road Trip pelo Alasca. No primeiro post da série, falamos sobre as melhores maneiras para chegar até lá, como se locomover entre as regiões, e um roteiro super cênico pela Seward Highway. No segundo post, descrevemos atrações para serem visitadas em 2 dias em Seward, incluindo passeio de barco pelo Golfo do Alasca e trekking no Kenai Fjords National Park.

No post de hoje, falaremos sobre o roteiro incrível de 2 dias que fizemos no Denali National Park.

No post de hoje você lerá:

 

 1) Como explorar o Denali National Park

parques nacionais americanos Alasca

Entrada do Denali National Park. Foto:RMA / Blog Pegadas na Estrada

  • Qual é a melhor época para visitar o parque?

O Denali National Park funciona o ano todo, mas a melhor época para conhecê-lo e apreciar suas paisagens é entre os meses de maio e setembro, quando os dias são mais longos, as temperaturas mais amenas e os ursos não estão hibernando.

Alasca no verão

Denali National Park no verão. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Durante a primavera e o outono, também é possível conhecer o parque, porém, alguns serviços, como transporte público por exemplo, não estão disponíveis. Outros serviços também podem estar indisponíveis ou terem horários reduzidos de funcionamento.

No período de inverno, também é possível visitar o Denali. No entanto, as atividades são completamente diferentes das que fizemos. Nessa época, o visitante terá oportunidade de praticar cross-country skiing, winter biking, snowshoeingskiing e snowboarding. Para saber sobre as atividades de inverno, consulte o site oficial do Denali National Park.

  • Transporte dentro do parque – IMPORTANTÍSSIMO

Para preservar o frágil ecossistema da região do Denali, incluindo os animais que ali habitam, o Serviço de Parques Nacionais Americano restringe o número de visitantes e o uso de carro na principal estrada do parque, a Park Road.

De maio a setembro, só é possível visitar as atrações da Park Road por meio de um shuttle oferecido pelo parque e pago à parte, sendo que o preço dos tickets varia de acordo com o trajeto percorrido.

shuttle Denali National Park

Transporte de ônibus dentro do Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Para facilitar o entendimento, explicaremos seguir todas as opções de shuttle disponíveis e como utilizá-los.

É importante saber que o Denali oferece dois tipos de transporte: The Denali Tour Experience, que são tours guiados, em que o guia vai contando um pouco da história, cultura e geografia da região ou o Shuttle Bus System, em que você embarca por conta própria no ônibus (não há guia), podendo descer e subir onde quiser.

shuttle system Denali National Park tour

Ônibus comum (verde) e ônibus do tour guiado (bege). Foto: CFR / Blog Pegadas na Estada

1) The Denali Tour Experience

O parque oferece 3 tipos de tours guiados:

Para conhecer a descrição completa de cada passeio, os horários e os preços, basta clicar nos links dos tours acima.

Particularmente, costumamos achar esse tipo de tour um pouco cansativo. Além disso, esses passeios costumam ser bem cheios, inclusive com grandes grupos. Por isso, visitamos o parque por conta própria, com o serviço de shuttle, que explicaremos no item 2.

2) Shuttle Bus System

Esse tipo de serviço dará a você maior autonomia para conhecer o parque. Em resumo, ele funciona assim: você compra o ticket até uma determinada parada (descrita no quadro abaixo). Você pode seguir direto até a última parada inclusa no seu ticket com o mesmo ônibus ou descer onde quiser, fazer as suas atividades e depois embarcar novamente em qualquer outro ônibus que vá ao mesmo destino.

Você pode comprar o ticket até as seguintes paradas:

  • Toklat River: 6 horas e meia (ida e volta).
  • Eilson Visitor Center: 8 horas (ida e volta). Esta foi a opção que escolhemos.
  • Wonder Lake:  11 horas (ida e volta).
  • Kantishna : 13 horas (ida e volta).
  • Camper Shuttle Bus: usados para pessoas que ficarão hospedadas em algum dos seis campings disponíveis dentro do parque.

 

Independentemente da opção escolhida, atente-se para duas importantes informações:

  • Se você descer do ônibus na ida, somente poderá subir novamente no ônibus cujo nome do destino incluído no seu ticket esteja escrito no painel acima do motorista. Exemplo: se você comprou o ticket até Eilson Visitor Center, não poderá embarcar no ônibus que vai para Kantishna na ida.
  • No entanto, se você descer na volta, poderá embarcar em qualquer ônibus do sistema, com exceção dos Tours guiados.

Por isso, sugerimos que, caso você queira descer do ônibus para caminhar, relaxar ou tirar fotos, faça essas paradas na volta. Assim, você terá uma visão geral do parque primeiro, poderá planejar melhor as suas paradas e poderá voltar em qualquer ônibus do sistema após as suas atividades.

roteiro Denali National Park road trip Alasca

Momento relax no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Lembrando que você pode pedir para descer ou subir em qualquer lugar da estrada, não há pontos demarcados. Porém, caso o ônibus esteja cheio, você terá que esperar o próximo para subir.

Se você não tem tanto tempo ou não pretende fazer hiking, não se preocupe. Os ônibus fazem algumas paradas em pontos estratégicos para tirar fotos, para ir ao banheiro e também param o veículo sempre que avistam algum animal selvagem. Assim, também é possível curtir o parque com o mesmo ônibus na ida e na volta

ATENÇÃO: 

Além dos tickets do ônibus ou dos tours guiados, será necessário pagar a entrada do Denali National Park. O ticket é comprado por pessoa, 10 dólares (valor de novembro de 2016), e tem validade de 7 dias consecutivos. Consulte o site oficial do National Park Service para consultar os preços atualizados.

Se você comprou o Passe Anual dos Parques Nacionais Americano, como nós fizemos, e que vale super a pena se você for visitar 3 ou mais parques nacionais dos Estados Unidos, não se preocupe. Basta tê-lo na carteira e apresentá-lo, caso solicitado. Para ler mais informações sobre o passe, confira o post que escrevemos sobre Utah.

2) Roteiro de 2 dias no Denali National Park

  • 1º Dia: visita ao parque com o Shuttle que vai até o Eilson Visitor Center:

Como mencionamos anteriormente, o tempo previsto para percorrer todo o trajeto (ida e volta) com o ticket Eilson Visitor Center é cerca de 8 horas.

Os tickets são vendidos online, mas por e-mail (muito esquisito), por telefone (complicado para quem mora no Brasil) ou pessoalmente no Wilderness Access Center, com até dois dias de antecedência.

Se você não puder comprá-lo com antecedência, sugerimos que você chegue beeem cedo no parque. Como os ingressos se esgotam rápido, principalmente no mês de julho, caso você não chegue tão cedo, é possível que você só consiga comprar o ingresso para depois de 12:00. Já imaginou o tempão que você ficará esperando até chegar a sua vez de embarcar? E pior, se você quiser fazer os passeios que duram 11 ou 13 horas por exemplo, não terá tempo para isso.

Por isso, planeje-se com antecedência e tente chegar com o parque ainda abrindo.

Vencida essa primeira etapa, é hora de embarcar no nosso roteiro!

As fotos a seguir foram tiradas ao longo da Park Road até o Eilson Visitor Center. Algumas foram tiradas de dentro do ônibus e outras das paradas em que descemos.

Park Road Denali National Park

Park Road, Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Park Road Denali National Park

Park Road, Denali National Park. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Into the Wild alaska

Caribou na Park Road. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Na natureza selvagem Alasca

Park Road, Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Pintores no Denali National Park

Pintores no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Grizzly Bear Into the Wild

“Into the Wild” , Denali National Park. Foto: CFR/ Blog Pegadas na Estrada

Eilson Visitor Center

Última parada: Eilson Visitor Center. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Se você assistiu ao filme “Into the Wild“, provavelmente se lembrará da famosa Stampede Trail, a trilha percorrida por Christopher McCandless, em meio a natureza selvagem, que termina no ônibus original (Magic Bus), onde Christopher foi encontrado já sem vida. Essa trilha só é recomendada para pessoas com muita experiência e de preferência com o acompanhamento de um guia. Além da alta dificuldade da trilha, será necessário levar comida, água, itens de primeiros socorros, spray contra urso e equipamentos de acampamento.

Felizmente, para você visitar o “Magic Bus” usado no filme, que não é o original, não será necessário percorrer trilha nenhuma, rs. Ele fica nos jardins da 49th State Brewery Co, em Healy, bem próximo do hotel em que ficamos, na milha 248,4 da George Parks Hgwy (coordenadas 63.863938, -149.016684).

Caso também esteja hospedado em Healy, aproveite para tomar cerveja, comer pizza e curtir a “night” do Alasca ou o sol da meia noite!

Magic Bus Into the Wild

Magic Bus usado no filme “Into the Wild”. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Magic Bus Into the Wild

Magic Bus usado no filme “Into the Wild”. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

sol da meia noite

Meia noite no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Verão no Alasca

Meia noite e meia no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer no Alasca

1 hora da manhã no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • 2º Dia: caminhadas nas áreas onde você chega de carro e retorno para Anchorage com paradas estratégicas

Começamos o dia fazendo caminhada nas áreas do parque acessíveis de carro.

viagem Alasca

Região de trilhas demarcadas no Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A partir do Wilderness Access Center, é possível percorrer uma série de trilhas que passam por lagos, mirantes, montanhas e florestas. Veja no mapa do parque todas as opções e informações.

Horsehoe Lake Trail

Escolhemos a trilha Horseshoe Lake, com duração de cerca de 2 horas, nível fácil e 5,1 km de distância.

Horseshoe Lake Denali National Park

Horseshoe Lake, Denali National Park. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

É possível que você veja vida selvagem no caminho. Por isso, não esqueça de ler o Guia de Urso que escrevemos.

moose Alaska

Moose no Horseshoe Lake, Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

vida selvagem no Alasca

Moose no Horseshoe Lake, Denali National Park. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Se você for ficar o dia inteiro no parque, poderá escolher outras trilhas para percorrer nesta região ou mesmo visitar a região do Rio Savage. Infelizmente esta área estava fechada quando fomos, mas pareceu-nos bem interessante, vale a pena pesquisar aqui.

Caso você não tenha tanto tempo e já esteja na hora de voltar para Anchorage, sugerimos abaixo algumas paradas estratégicas no caminho.

Denali State Park

Denali National Park

Montanha Denali. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Pontos de interesse na Parks Highway:

  • Trapper Creek: milha 115
  • Denali View South: milha 35
  • Denali View North: milha 163

Para mais informações sobre o parque, consulte o site oficial os parques estaduais do Alasca.

Mirror Lake Wayside Park

Essa região é uma delícia e é super frequentada pelos locais. Quando fomos, estava rolando uma festinha de criança ao ar livre. Muito legal observar a qualidade de vida dessas pessoas.

Mirror Lake Wayside Park

Mirror Lake Wayside Park, Alasca. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Com várias mesinhas, banheiros, churrasqueiras, playground e um enorme lago, essa área é ideal para relaxar, fazer piquenique e, quem sabe, até se arriscar em um mergulho.

summer Alaska

Área de piquenique no Mirror Lake Wayside Park, Alasca. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

aventura no Alasca

Passeio de caiaque no Mirror Lake Wayside Park, Alasca. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Lakes Anchorage

Mirror Lake Wayside Park, Alasca. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

3) Onde se hospedar próximo ao Denali National Park

Ficamos hospedados no Denali Park Hotel, um hotel interessante, cuja recepção funciona em um vagão antigo dos trens do Alasca e que oferece bom custo benefício.

O hotel está localizado a 22 km da entrada do parque, a 4,5 km da cidade de Healy e, como dissemos, bem próximo ao Magic Bus.

Denali Park Hotel

Denali Park Hotel. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Hotéis no Alasca

Denali Park Hotel. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O quarto que ficarmos era bem completo, com microondas, geladeira, aquecimento e banheiro privativo.

Importante saber que a internet do hotel é muiiiiiito ruim. Portanto, não conte com internet, você está literalmente “Na natureza selvagem“!

4) Alimentação no caminho

De maneira geral, os preços de alimentação nas paradas da estrada e nos estabelecimentos próximos ao Denali são caríssimos, se não abusivos.

O ideal é que você faça compras no Walmart de Anchorage e que tenha uma bolsa térmica dentro do carro.

Caso você não tenha e sinta fome na estrada, descobrimos dois Subways para você, rs.

O primeiro está localizado no Denali Village, um vilarejo bem perto da entrada do parque. O segundo, já no caminho para Anchorage, é encontrado em Talkeetna Junction. Esses são um dos poucos estabelecimentos com preços justos na região.

5) Onde abastecer

Como dissemos, os preços praticados na estrada são absurdamente caros e com a gasolina não é diferente. A dica é encher o tanque no posto Tesoro em Talkeetna Junction – no mesmo lugar do Subway que mencionamos no item 4 – a 240 km do parque, em Willow (289 km do parque) ou em Wasilla (331 km do parque). Assim, você poderá ter combustível para ir e voltar do Denali National Park a partir de Anchorage, sem ter que pagar preços extorsivos.

Gostou do nosso roteiro? Dê um pin na foto abaixo e salve este guia no seu Pinterest.

Free Guide: Denali National Park. All informations you will need for your trip!

Quer nos ajudar a continuar produzindo esses guias? Reserve os seus hotéis para qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não paga nenhum centavo a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão.



Booking.com

No próximo post, um roteiro de 2 dias em Juneau, com direito a caverna de gelo, baleias e muito mais, não perca!

*** Você também poderá gostar de ler ***

E assim terminamos o nosso passeio no Denali Até a próxima! Foto: Blog Pegadas na Estrada

E assim terminamos o nosso passeio no Denali. Obrigado e até a próxima! Foto: Blog Pegadas na Estrada

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

24 Comentários

  1. Eu leio os seus posts e me dá uma mini vontade de chorar de saudades, como é que faz?! Tô aqui ainda tentando superar essa viagem e seguir em frente na vida, mas tá difícil!! hahaha

    Ver o Denali era o que eu mais queria, e tinha panico de pegar só tempo ruim e não conseguir ver a montanha!! Deixei reservado 3 dias de camping lá (ficamos no Savage River Campground) e comprei 2 dias do shuttle: Um até o final (Mile 92, Kantishna) e o outro dia até o Eielson, onde a gente queria fazer as trilhas. Eu comprei tudo pelo site, o camping e os shuttles e não tive problema… A gente teve que reservar o camping uns 4 meses antes, isso pq era quase final de temporada!

    Sobre os nossos dias lá, não podia ser mais perfeito! Fez sol todos os dias, fizemos as trilhas do Eielson, as trilhas do Savage River… Foi incrível ficar lá dentro por 3 dias sem nenhuma conexão com o mundo (nem sombra de celular por aquelas bandas, neh?! 🙂 ). Acho que são as melhores lembranças dessa viagem, é um lugar realmente muito especial. Ainda fomos brindados por 2 noites com aurora boreal, que mais que eu podia querer?!

    🙂

    • Olá, Marcela! Tem como ser mais perfeito? 3 dias no Denali, com sol e ainda Aurora Boreal? Bom demais, hein? Gostamos muito do Alasca, mas o Denali também foi o nosso preferido. Também morremos de saudades ao escrever o post, foi como reviver a viagem! Agora o mundo nos espera, já estamos planejando a próxima viagem. E você, já decidiu a sua próxima trip? Bjs, Cristina e Renato

  2. Imagino a dificuldade de escolher as fotos pra ilustrar o post, uma mais linda que a outra, mas com esse lugar maravilhoso, impossível uma foto não ficar linda. Adorei o post.

  3. Gente, que lugar absurdamente lindo! Natureza, paisagens, animais… tudo!

    As explicações como se locomover dentro do parque estão perfeitas! Já sei onde buscar quando eu for pra esse lugar maravilhoso! sério, vcs me convenceram que preciso planejar ir pro Alaska pra ontem!

  4. Já disse que sou fã dos posts do Alasca? Amo as fotos de vocês e a maneira sempre bem detalhada com os escreve. Ler esse post é como viajar novamente para o Alasca, um dos lugares mais incríveis que já visitei. Uma pena que não consegui explorar o parque Denali, só fiquei lá 2 dias e foi possível fazer as trilhas do início do parque. Queria muito ter ido ver o Magic Bus (alías, foi o filme Into the Wild que me inspirou a visitar o Alasca) 🙂

    Abraços

    • Olá, Josiane! Mais uma vez, obrigado pelo comentário! Ficamos super felizes de saber que o nosso conteúdo está agradando e ajudando outros viajantes. O Magic Bus também foi uma inspiração para nós, foi bacana demais estar ali. Grande abraço, Cristina e Renato.

  5. O Alasca pra mim é uma parte do mundo desconhecida. Ainda não estão nos planos de viagens, mas olha… que acho que a coisa vai mudar eheh. O que são essas paisagens? Impossível voltar de uma viagem dessas sem ter a alma renovada, neh?

    • Olá, Naiara! Que bom que está se inspirando nestes posts, esse é o nosso papel, rs. O Alasca é realmente um lugar de outro mundo, voltamos sim super renovados. Obrigado pelo comentário. Grande abraço, Cristina e Renato.

  6. Ola, tudo bem?

    Primeiramente, parabens pelo blog! Eh muito completo e super detalhado, mas eu ainda queria tirar uma duvida, hehe
    Sempre vejo roteiros que chegam no Denali a partir de Anchorage, mas eu vi que Fairbanks eh mais proximo. Existe algum motivo que faz com que as pessoas prefiram sair de Anchorage? Nao seria mais facil sair de Fairbanks, ja que eh mais proximo? Ou tem alguma coisa a ver com a estrada?

    Muito obrigada, e me perdoem pela falta de acentuacao, pois meu teclado esta desconfigurado.

    Gabi

    • Olá Gabriele,

      Obrigado pelo elogio, ficamos muito felizes de saber que você está gostando do nosso blog! 🙂

      Nós chegamos por Anchorage pois queríamos visitar o Denali e o Kenai Fjords National Park, que fica mais ao sul. Por esse motivo, Anchorage foi a melhor escolha para nós, já que fica no meio do caminho entre essas duas atrações.

      Abraço e boa viagem,

      Renato
      Blog Pegadas na Estrada

Deixe um comentário