Monells, Púbol e Figueres: um roteiro pelos segredos da Catalunha!

10

Depois de Girona, visitamos no mesmo dia as cidades de Púbol e Figueres, onde pudemos conhecer muitas obras de Salvador Dalí, Monells, um vilarejo surpresa que entrou na nossa viagem por acaso e nos encantou!

Se você está chegando ao blog agora, saiba que este post faz parte de uma série de posts sobre a nossa Road Trip de 20 dias pela Espanha. Lembrando que visitamos Girona no período da manhã e seguimos, por volta das 14 horas, para as demais cidades (Púbol, Monells e Figueres). Para quem tem mais tempo e quer aproveitar a noite medieval de Girona, é possível visitá-la em 1 dia inteiro e conhecer as cidades deste post no dia seguinte.

viagem de carro Catalunha Espanha

Pelas estradas da Catalunha! Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

No post de hoje, traremos o roteiro completo que fizemos após Girona; dicas de atrações e hospedagem; curiosidades e outras opções para quem quer explorar um pouco mais a região. Qualquer dúvida, deixe-a nos comentários. Será um prazer ajudá-lo a realizar esse sonho também!

Confira no mapa o roteiro completo deste post:

1) Um resumo sobre Salvador Dalí

Viajar pela Catalunha é também viajar pela história de Salvador Dalí, o famoso pintor catalão, conhecido por suas obras surrealistas.

Salvador Dalí Figueres

Salvador Dalí, o famoso pintor catalão! Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Com mais de 1500 quadros ao longo da sua carreira, Dalí também produziu inúmeros outros projetos artísticos, que incluem esculturas, desenhos, cenários e roupas para o teatro.

Com características excêntricas e extravagantes, Dalí se destacou por seu estilo único, ousado, vanguardista e libertador. São essas as características que podemos observar em suas obras espalhadas pelas cidades interioranas da Catalunha!

Obra de Dalí no Teatro Museu Dalí Figueres

Obra de Dalí no Teatro Museu Dalí em Figueres. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

2) Roteiro: Púbol, Monells e Figueres

2.1) Castelo Gala-Dalí em Púbol

Construído no século XI em estilo medieval, o Castelo Gala-Dalí foi comprado por Salvador Dalí no ano de 1968 para que sua esposa Gala pudesse descansar no período de verão.

Castelo Gala-Dalí Púbol Espanha

Jardim do Castelo Gala-Dalí em Púbol. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ao longo dos anos, entre 1971 e 1980, Dalí decorou o castelo com suas obras, incluindo quadros, adornos, móveis, fontes e um jardim repleto de esculturas surrealistas. O mais interessante de tudo é que Dalí nunca foi ao castelo sem antes conseguir permissão por escrito de sua esposa. Um costume diferente e bem ao estilo de Dalí!

Castelo Gala-Dalí Púbol roteiro Catalunha

Decoração do Castelo Gala-Dalí em Púbol. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Roteiro Salvador Dalí

Decoração do Castelo Gala-Dalí em Púbol. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer na Catalunha

Decoração do Castelo Gala-Dalí em Púbol. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Após a morte de Gala, em 1982, Dalí se mudou para o castelo onde viveu por mais 2 anos. Em 1984, no entanto, um incêndio pouco esclarecido em seu quarto quase o levou a morte.

Em  1996, 7 anos após a morte de Dalí, o castelo foi aberto ao público. Atualmente, é possível visitar todos os cômodos do castelo, assim como o seu jardim.

Consulte os horários e valores atualizados no site oficial da Fundação Dalí.

roteiro Púbol Catalunha Espanha

Esculturas de Dalí no jardim do Castelo. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Bate-volta de Barcelona

Carro de Salvador Dalí. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Tempo estimado para a visita: 1 hora.

2.2) Monells

Você já ouviu falar em Monells? Provavelmente, assim como aconteceu com a gente, a existência dessa cidadezinha no interior da Catalunha, de apenas 166 habitantes, nunca passou pela sua cabeça, não é mesmo?

pontos turísticos Monells Catalunha

Praça central de Monells. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Como pouca ou nenhuma informação na internet, Monells foi um daqueles vilarejos que entraram na nossa viagem totalmente por acaso. Foi um lugar onde nos sentimos super bem e que teremos o prazer de apresentar a você!

Monells é um vilarejo super charmoso, cujos principais atrativos são a Plaça Jaume I e suas ruas cobertas por arcadas de pedra. Não há, no entanto, um roteiro a seguir ou atrações para visitar. A graça é caminhar por suas ruelas e se encantar por essa cidadezinha pitoresca.

  • Monells no cinema:

Antes de embarcarmos nessa viagem, vimos alguns filmes sobre a Espanha, para que pudéssemos conhecer um pouco mais sobre a história da região. Entre esses filmes, assistimos ao engraçadíssimo “Ocho Apellidos Catalanes“, que faz uma sátira às “rivalidades e amores” entre os povos da Catalunha, Andaluzia e País Basco.

O mais interessante disso tudo é que parte da história foi filmada em uma cidadezinha muito fofa, que nem imaginávamos que pudesse ser a pequena Monells. No filme, a Catalunha é declarada independente “de mentirinha” e toda a festa se passa em Monells.

Nós não sabíamos disso, mas assim que chegamos no vilarejo, sentimos algo familiar:  Monells se parecia tanto com a cidadezinha do filme!

Monells ocho apellidos catalanes

Pelas ruelas de Monells. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Assim como no filme, Monells também estava toda enfeitada com bandeiras da Catalunha nas janelas das casas. Aliás, por coincidência, estávamos a poucos dias da realização do referendo de 2017 sobre a possibilidade de independência da Catalunha.

Com a “pulguinha” atrás da orelha, caminhamos por cerca de 1 hora pelas ruelas da pequena cidade, vimos o dia a dia das poucas famílias que ali habitam e ficamos apaixonados por cada cantinho que passamos.

Se você tem mais tempo, aproveite para fazer uma típica refeição ou tomar um vinho na praça da cidade, é super aconchegante!

E o desfecho dessa história? Bem… assim que voltamos para o Brasil, assistimos ao filme novamente e pudemos confirmar: a cidade fictícia da história era mesmo Monells!!!

A seguir, assista ao trailer do filme. Ficou interessado? Veja antes “Ocho Apellidos Vascos“, que foi o primeiro filme da série! Ambos estão disponíveis no Netflix (outubro/2017).

2.3) Figueres (Museu Teatro Dalí)

Cidade natal de Dalí, Figueres abriga uma das maiores obras do pintor catalão: o Museu Teatro Dalí.

Museu Teatro Dalí Figueres

Fachada do Museu Teatro Dalí. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Construído em um antigo teatro do século XIX, o Museu Teatro Dalí exibe a maior coleção de objetos surrealistas do mundo.

Logo de cara, nos deparamos com um salão lindíssimo todo enfeitado com estátuas douradas e uma importante obra surrealista no centro: o “Táxi chuvoso”.

roteiro Figueres Museu Teatro Dalí

Interior do Museu Teatro Dalí. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Assim que atravessamos a porta de vidro, nos deparamos com uma enorme pintura de deixar qualquer um de queixo caído.

O que fazer em Figueres

Ficamos muito tempo babando! Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

A partir dessa sala, é possível acessar a diversas outras alas do museu e sentir um pouquinho da “loucura” única de Dalí!

Figueres pontos turísticos

Obra de Dalí no Museu Teatro Dalí. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Figueres atrações Dalí

Obra de Dalí no Museu Teatro Dalí. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

2.4) Besalú

Após visitarmos o Museu Teatro Dalí em Figueres, seguimos de carro para a cidade medieval de Besalú, onde nos hospedamos. As atrações de Besalú foram visitadas no dia seguinte e contamos todos os detalhes neste post.

Ponte medieval Besalú

Foto tirada da Ponte de Besalú. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

3) Outra opção para quem é apaixonado por Salvador Dalí

Além do Castelo Gala-Dalí em Púbol e do Museu Teatro Dalí em Figueres, ainda é possível visitar na Catalunhacasa de Dalí em Port Lligat, onde o pintor catalão morou entre os anos de 1930 e 1982.

Atualmente a casa está aberta a visitação, mas é necessário fazer reserva antecipadamente.

O museu está dividido em quatro áreas: salas e pátios internos; cômodos particulares de Dalí; a oficina de trabalho e os espaços exteriores.

Não visitamos esta atração pois ela está localizada em Cadaqués, uma região oposta à Besalú (a cidade que fomos após Figueres).

A Mari do Blog Ideias na Mala, por sua vez, visitou a casa de Dalí em Port Lligat e contou tudo neste post. Se você curte a vida e a obra de Dalí e tem mais tempo, vale a pena dar uma lida no relato dela.

4) Bate-volta a partir de Barcelona para quem não está de carro.

Para quem está em Barcelona e não está de carro, a dica é fazer um bate-volta de Barcelona à Girona e Figueres. É possível fazer esse trajeto de trem ou comprar um passeio combinado para essas duas cidades. Nesse caso, recomendamos as seguintes opções oferecidas pelo Visit Barcelona:

  • A primeira é o tour Dalí’s Figueres & Girona, que inclui ônibus de ida e volta, guia (espanhol e inglês) e entradas para o Museu Dali (fastrack) e Dali Jewels.
  • A segunda opção é tour Museu Dalí e Girona com trem de alta velocidade. Este tour inclui ecotaxi do hotel para a estação de trem, passagens de ida e volta no trem de alta velocidade, tour guiado no Museu Dalí e a entrada na Catedral de Girona.

Vale a pena avaliar as diversas opções e escolher aquela que mais se encaixa no seu estilo de viagem!

5) Onde se hospedar neste roteiro (Besalú)

Se você decidiu seguir o nosso roteiro e terminar o dia em Besalú, é hora de falarmos sobre a hospedagem em uma das cidades mais lindas que já dormimos.

Em Besalú, o ideal é que você fique hospedado na parte medieval da cidade, onde poderá conhecê-la toda a pé.

Ficamos hospedados no hotel Els Jardins De La Martana, localizado em frente ao maior cartão postal da cidade: a ponte medieval.

Para ler mais detalhes do hotel, veja o item 5 do roteiro que escrevemos sobre Besalú.

onde se hospedar Besalú

Terraço do Els Jardins De La Martana, Besalú. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Gostou deste post? Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nada a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante.

Pensando em conhecer Figueres e região? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois.

Conheça o interior da Catalunha e as obras de Salvador Dali em um roteiro incrível por Figueres, Púbol e Monells, bem próximo à Barcelona!

As nossas  entradas  no Castelo Gala-Dalí e no Teatro Museu Dali foram cortesias da Gala Salvador Dali Foundation. Todos os relatos descritos neste post, no entanto, foram baseados em nossas experiências reais e refletem a nossa opinião.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

10 Comentários

  1. Que post rico, cheio de cultura e informações. Adorei as dicas, elas são muito valiosas para quem deseja conhecer essa região. Estou torcendo para que o momento Catalunha se resolva o quanto antes, para que todos fiquem em paz.

  2. MARCIO VITAL VALENÇA on

    Que post bacana! Quero muito conhecer essa região. Já anotei algumas dicas que tenho certeza que serão muito úteis. Parabéns.

    • Olá, Vivian!

      Que pena que não será desta vez, mas essa região é linda também! Tente incluir no seu roteiro a cidade de Córdoba e os Pueblos Blancos.
      Que você faça uma grande viagem!
      Abraços

      Cristina e Renato.

  3. Oi Pessoal,
    Que post lindo e que saudades vcs me deixaram da Catalunha.
    Cara, já tinha percebido isso pelos roteiros dos EUA, mas agora vcs me convenceram: Vcs são incansáveis. Rs
    Eu nunca teria conseguido botar tantas cidades no meu roteiro num dia só! Fiquei impressionada com o ritmo empolgado (e sim, passei na frente de Girona e não entrei – sei que é linda, mas estava exausta e deixei pra próxima feliz da vida).
    Beijos e obrigada por mencionar o ideias na mala.
    Mari

    • Olá, Mari!

      Que bom que você gostou, esta foi realmente uma viagem incrível e que amamos demais!
      Uma coisa é verdade: a gente descansa só na volta, rs. Acordamos cedo e ficamos na rua até tarde.
      A parte medieval de Girona é bem pequena, espere gastar umas 4 horas no máximo. Para a Casa Gala Dali no máximo 1 hora, 1 hora por Monells (já que é só uma praça e uma rua) e 2 horas para o museu de Figueres. Tranquilo, né?
      Grande beijo para você e que você realize muitas e muitas viagens sempre!!!

Deixe um comentário