Roteiro de 5 dias em Myanmar – Dia 4: Bagan

0

O nosso 4º dia em Myanmar com certeza foi o mais esperado de toda a viagem. A intenção era sobrevoar de balão as ruínas de Bagan e ver o nascer do sol em um cenário único e maravilhoso.

Mas choveu. Choveu muito.

E às 5 horas da manhã, a triste notícia: o passeio havia sido cancelado e o nosso dinheiro seria 100 % devolvido.

Ficamos completamente arrasados. Mas fazer o quê? Essas coisas acontecem. Voltamos para a cama e dormimos mais um pouco.

Às 09:00 fomos pegos no hotel Bagan Umbra pelo motorista e pelo guia da empresa One Stop Travel e iniciamos o nosso dia.

A primeira parada foi o Shwezigon Pagoda, um templo budista localizado em Nyaung-U, pequena cidade próxima à Bagan. A Pagoda consiste em uma grande típica estupa de ouro no centro, cercada por templos e santuários menores.

burma temple birmania

Shwezigon Pagoda em Nyaung-U, Myanmar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em seguida, visitamos o Kyansittha Cave, um antigo templo que serviu de abrigo para os monges durante a invasão de Bagan em 1287. Em seus longos corredores, pudemos observar diversas pinturas da época que retratam as invasões na região.

Próxima parada: Ananda Temple, um templo budista que adotou o estilo indiano de arquitetura e hoje é chamado de Abadia de Westminster da Birmânia.

Burma Birmania pagoda Bagan

Ananda Temple em Myanmar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em seguida, visitamos o Thatbyinnyu Temple, o mais alto templo de Bagan.

burma birmania pagoda Bagan

Thatbyinnyu Temple em Myanmar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Uma paradinha para o almoço e continuamos o nosso passeio pelo Htilominlo Temple, onde conhecemos uma família de birmaneses muito fofos que pediu para tirar foto com a gente.

burma food birmania Bagan, Myanmar

Comida birmanesa . Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

burmanese people family birmania Bagan

Família de birmaneses em Myanmar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

burma birmania bagan myanmar

Htilominlo Temple. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Por fim, visitamos o Gawdaepalin Temple, famoso por suas pedras coloridas.

A partir dali, procuramos um templo mais vazio para subirmos e esperarmos o pôr-do-sol. Não me lembro o nome de onde subimos, mas com certeza existem várias ruínas interessantes na região.

O legal de Bagan é que você pode se perder entre as ruínas, subir no templo que quiser e apreciar a vista maravilhosa.

burma birmania plains view

Vista de Bagan, Myanmar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Vimos muitas pessoas andando de bicicleta entre os templos. Com certeza, um ótimo programa para quem tem mais tempo.

Em resumo, Bagan é incrível, mas deixar apenas 1 dia para a cidade é arriscado. No nosso caso, perdemos o melhor passeio (balão) por conta da chuva. Se você puder, deixe dois dias por precaução. Se mesmo assim, chover de novo, paciência, Bagan é perfeito mesmo sem balão!
.

burma temples plains birmania

Nós em Bagan, Myanmar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

*** Índice de Posts de Myanmar ***

Myanmar: dicas e roteiro
1º Dia: Yangon
2º Dia: Yangon – Mandalay
3º Dia: Mandalay – Bagan
5º Dia: Bagan – Yangon

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

Deixe um comentário