Roteiro em Santiago – Dia 2: Valparaíso e Viña del Mar

14

Valparaíso e Viña del Mar são duas cidades turísticas chilenas, facilmente visitadas em um bate-volta a partir de Santiago.

Enquanto Viña del Mar é uma típica cidade praiana, com calçadão e bons hotéis, Valparaíso se destaca por sua arte de rua, por suas casas do século XIX e por ter sido construída nos “cerros” que invadem o mar.

O que fazer em Valparaíso

Bem vindos a Valparaíso! Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

No post passado, detalhamos o primeiro dia do nosso Roteiro de 3 dias em Santiago, no qual visitamos La Chascona, Cerro San Cristóbal, Centro Histórico e Cerro Santa Lucía. No post de hoje, mostraremos o nosso segundo dia em Santiago, quando fizemos um bate-volta à Valparaíso e Viña del Mar.

Ao longo do post, detalharemos as atrações visitadas, como chegar por conta própria e onde se hospedar.

Se ainda assim restar alguma dúvida,  fique à vontade para deixá-la nos comentários. Será um prazer ajudar!

1) Roteiro em Valparaíso

1.1) Atrações em Valparaíso

Valparaíso é internacionalmente famosa por sua arte de rua e funciona como uma verdadeira  “tela” a céu aberto, onde grafiteiros de todo o mundo deixam as suas marcas.

O interessante aqui é caminhar despretensiosamente pelos Cerros Alegre e Concepción e ir se deparando com pinturas e desenhos que parecem pular na nossa frente.

Apesar disso, traçamos um roteiro a pé para você, a fim de facilitar a sua jornada. Isso não significa que você ficará restrito a ele, hein? Se “pintar” uma pintura interessante e diferente na sua frente, saia da rota e volte depois para contar para a gente!

Dica: no roteiro de hoje, use um calçado bastante confortável. Como a cidade foi construída em cima de um cerro (morro), você caminhará muuuuito.

Confira abaixo o mapa do nosso roteiro por Valparaíso. Se acaso você estiver usando o Google Maps no celular durante a sua viagem, clique aqui para carregar o mapa no app.

  • We are not hippies, we are happies

Começamos o nosso passeio pela escadaria mais disputada de Valparaíso, localizada na rua Templeman, número 672 (-33.043016, -71.628981). Aqui você vai encontrar a frase “We are not hippies, we are happies“.  Essa obra foi realizada em 2014 por dois grafiteiros britânicos, que se intitulam “Art + Believe”, e faz alusão à “vibe” descolada pela qual os habitantes de Valpo são conhecidos.

Tirar uma foto aqui sem ninguém é praticamente impossível, mas vale a pena esperar!

roteiro Valparaíso arte de rua

Templeman, a rua mais famosa de Valparaíso. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Na mesma rua, você ainda verá outros grafites, como o da foto abaixo:

Bate volta de Santiago a Valparaíso

Grafites na rua Templeman, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Charquipunk

Charquipunk é, sem dúvida, um dos artistas mais queridos de Valparaíso e sua arte pode ser facilmente encontrada pelas ruas da cidade. Uma das características mais marcantes do seu estilo é a presença constante de pássaros chilenos (principalmente beija-flores) nas suas pinturas.

Abaixo, sua obra estampada na Casa Kultour, localizada na Rua Templeman, 645 (-33.042870, -71.628666).

roteiro Valparaíso Chile

Grafites na rua Templeman, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Rua San Enrique

De lá, seguimos para a rua San Enrique, nº 418  (-33.042992, -71.630145), onde vimos um dinossauro, uma triste cena de guerra e até mesmo a imagem de um hippie pintada em uma garagem.

pontos de interesse Valparaíso

Dinossauro na rua San Enrique, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada



O que fazer em Santiago

Cena de guerra na San Enrique, Valparaíso. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Voltando pela rua Templeman, seguimos em direção à Igreja Luterana de La Santa Cruz, onde começa uma escada em formato de piano. No caminho, passamos por várias outras artes de rua.

viagem Santiago Valparaíso

Arte de rua no caminho. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Escadaria do Piano

Em frente à igreja luterana, você verá uma escada que desce em direção à rua Beethoven, nº 312 (-33.042856, -71.626218). Desça até o final, vire e olhe para cima!

Escada do Piano Valparaíso arte de rua

Escadaria do Piano, Valparaíso. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

  • Paseo Atkinson

Seguindo a rua Beethoven até o final, chegamos no Paseo Atkinson (-33.042499, -71.625271), de onde se tem uma bela vista da cidade com o mar ao fundo.

atrações Valparaíso

Vista do Paseo Atkinson, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Paseo Gervasoni

Do Paseo Atkinson, seguimos a pé para o Paseo Gervasoni (-33.041147, -71.626672), de onde também se tem boas vistas da cidade.

  • Pasaje Galvez

Siga o Paseo Gervasoni até o final, em direção à Rua Papudo. Você saíra quase em frente a uma escadaria que leva à Pasaje Galvez (-33.041047, -71.627312), passando por uma série de cafés, restaurantes e, claro, mais grafites.

roteiro Santiago Valparaíso

Grafite na Rua Galvez, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

dicas Valparaíso Chile grafite

Grafite na Rua Galvez, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

o que fazer em Valparaíso Chile

Jardineira na Rua Galvez, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

viagem cultural Chile

Grafite na Rua Galvez, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • “Alegria do Sr. Papillon”

A caminhada segue até a rua Leighton, esquina com a rua Miramar  (-33.041110, -71.629165), onde encontramos o Hostal Voyage. Bem em frente ao hotel, você verá uma pintura do artista francês Sr. Papillon, que retrata o sorriso radiante de uma garota.

arte Valparaíso Chile

“Alegria do Sr. Papillon”, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Rua Miramar

Assim que passamos a “Alegria do Sr. Papillon”, é hora de viramos na estreita rua Miramar, onde há uma série de outros grafites lindíssimos.

dicas Valparaíso Chile

Grafite na estreita rua Miramar, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Museu a céu aberto Valparaíso Chile

Grafite na estreita rua Miramar, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O que fazer no Chile

Grafite “Cara-metade”na estreita rua Miramar, Valparaíso. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

  • Paseo Yugoslavo

Por fim, seguindo a rua Miramar, logo encontramos o Paseo Yugoslavo. Aqui há um Museu de Belas Artes, que não tivemos tempo de visitar, além de um calçadão de onde se tem outras vistas de Valparaíso e do mar.

Do Paseo Yugoslavo, voltamos à Rua Urriola para continuar a nossa descida até a estação Puerto, onde pegamos o metrô rumo a Viña del Mar.

Paseo Yugoslavo Valparaíso Chile

Museu de Belas Artes no Paseo Yugoslavo. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1.2) Como ir de Santiago a Valparaíso

Localizada a 116 km de Santiago, Valparaíso é facilmente acessada de transporte público a partir da capital chilena.

Ônibus

A maneira mais fácil de ir de Santiago a Valparaíso é, sem dúvida, de ônibus. As empresas Turbus e Pullman Bus operam a rota saindo dos terminais Alameda e Pajaritos, ambas integradas a estações do metrô da linha 1 (vermelha). O terminal Alameda fica praticamente dentro da estação Universidad de Santiago. O terminal Pajaritos, por outro lado, é conectado à estação de mesmo nome.

É recomendável comprar as passagens com antecedência, pois os primeiros horários da manhã costumam esgotar rapidamente. As passagens podem ser compradas online ou pelo site da Turbus, ou pelos sites Recorrido.cl e Pasajebus.com.

A viagem dura pouco mais de 1h30min e passa por cenários muito bonitos. Por isso, temos uma dica super legal: se, por acaso, você estiver viajando com um ônibus semicama da Turbus, escolha os primeiros lugares do segundo andar do ônibus (normalmente os assentos 17 a 20). Esses assentos não apenas são os mais espaçosos, como também tem as melhores vistas da estrada.

Carro

Também é possível fazer o trajeto Santiago – Valparaíso de carro. Nesse caso, deve-se pegar a Ruta 68, uma estrada em boas condições, mas com cobrança de pedágio.

Geralmente, as locadoras de veículos fazem a cobrança de uma “taxa de rodovia” (cerca de US$ 11 por dia), que inclui a e-tag para passar por esses pedágios. Assim, é recomendável confirmar no momento da retirada do carro se o veículo está equipado com essa tag e se ela inclui o trecho Santiago – Valparaíso.

Quem, assim como nós, aluga o carro usando o site Rentalcars, pode verificar a cobrança dessa taxa clicando em “Termos de aluguel Econorent (ou o nome da respectiva locadora)” e, em seguida, em “Não incluso no preço do aluguel”. Nessa tela irá aparecer todas as cobranças adicionais, incluindo a taxa de rodovia.

Quem vai para Valparaíso de carro, no entanto, deve ficar atento ao alto índice de furtos da cidade. Deve-se evitar deixar a vista qualquer item de valor que possa chamar a atenção de pessoas mal intencionadas.

Uma boa solução pode ser deixar o carro em estacionamentos pagos. Apesar de não serem muito baratos, eles podem evitar dores de cabeça. Confira alguns estacionamentos próximos ao Cerro Alegre (preços de maio/2018):

 

 

 

Por agência de turismo

Uma opção para quem não quer ter trabalho e prefere a comodidade de um tour organizado é contratar um dos inúmeros passeios de bate-volta que partem diariamente de Santiago para Valparaíso e Viña del Mar. Confira abaixo algumas opções:

Opção mais econômica de passeio a Valparaíso e Viña del Mar a partir de Santiago! Inclui guia em português e transporte de ida e volta desde os hotéis localizados nas regiões mais centrais de Santiago.

Excursão particular de dia inteiro, com guia em português, que inclui, além dos passeios a Valparaíso e Viña del Mar, degustação de vinho no Vale de Casablanca.

Esse tour, além de Viña del Mar e Valparaíso, inclui navegação pela Baía do Porto de Valparaíso, uma experiência super diferente que permite ter uma outra vista da cidade.

2) Roteiro em Viña del Mar

2.1) Como chegar em Viña del Mar

Viña del Mar está localizada a menos de 10 km de Valparaíso e pode ser facilmente acessada de transporte público.

Quem está em Valparaíso pode pegar o metrô na estação Puerto e descer na estação Miramar, em Viña Del Mar. A estação Miramar é a mais próxima das principais atrações da cidade, como o Relógio de Flores, o Castelo, Wullf, o Casino e a orla de Viña del Mar.

Se, por outro lado, você pretende visitar a Quinta Vergara, deverá descer na estação Viña del Mar. Nesse caso, no entanto, você terá uma longa caminhada até as demais atrações da cidade.

Vale lembrar que o sistema de metrô de Valparaíso/Viña é diferente do de Santiago. Assim, o cartão do transporte público de Santiago não vale em Valparaíso, sendo necessária a aquisição de um outro cartão. Se, todavia, você estiver hospedado no hotel Casa Lyon, pergunte na recepção se eles estão com algum cartão do metrô de Valparaíso para emprestar. Nós deixamos o nosso cartão lá para que os próximos hóspedes pudessem usar. Assim, você terá apenas que carregar o cartão com o valor das passagens que irá utilizar, sem a necessidade de comprar um novo cartão.

  • De Santiago a Viña del Mar

Para quem está vindo de Santiago, as mesmas empresas que fazem o transporte para Valparaíso, também fazem para Viña del Mar. Portanto, as informações constantes do item 1.2 deste post também valem para Viña.

A rodoviária de Viña del Mar fica um pouco distante da orla. Por isso, será necessário pegar um táxi ou um Uber (com o mesmo app que usamos no Brasil). A viagem de Uber custa cerca de $ 1.500 CLP e, para solicitar a corrida, você pode usar o endereço Calle Valparaíso, 1055 ou jogar o termo “Rodoviario de Viña del Mar”.

Uma dica importante: compre as passagem de volta para Santiago com antecedência. Deixamos para comprar as nossas na hora e quase não conseguimos voltar para Santiago. Praticamente todas as passagens do final da tarde estavam esgotadas e as próximas disponíveis eram tarde da noite. Por sorte, conseguimos comprar as duas últimas passagens do ônibus das 19 h da Pullman e não tivemos que ficar mofando por horas na rodoviária de Viña Del Mar.

2.2) Atrações em Viña del Mar

Viña del Mar é uma cidade litorânea bastante simpática e um dos destinos mais visitados do Chile.

No entanto, para nós brasileiros que estamos acostumados com praias lindíssimas e muito calor, Viña del Mar não seria o melhor destino para curtir praia. Ainda assim, vale a pena dar uma voltinha na cidade e ver o que mais ela tem a oferecer.

  • Relógio de Flores em Viña del Mar

Localizado em frente a praia de Caleta Abarca, o Relógio de Flores foi construído em 1962, quando Viña del Mar recebeu alguns jogos da Copa do Mundo.

O interessante do relógio é que os números são formados a partir de várias flores. Um jardim bem cuidado e que vale uma visita!

Relógio de Flores em Viña del Mar

Relógio de Flores em Viña del Mar. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

  • Visita ao Castelo Wulff em Viña del Mar

Com influências alemãs e francesas, o Castelo Wulff foi construído em 1906 sobre um amontoado de pedras em cima do mar.

Roteiro em Viña del Mar

Castelo Wulff construído sobre pedras no mar em Viña del Mar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Atualmente o castelo oferece algumas exposições gratuitas e temporárias. Destaque para os vitrais, o chão de vidro e, claro, a vista do mar!

Castelo Wulff Viña del Mar

Vista de dentro do Castelo Wulff em Viña del Mar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Do lado de fora, há uma pequena escada que nos leva a um mirante.

O que fazer em Viña del Mar

Vista do mirante do Castelo Wulff em Viña del Mar. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

  • Casino Enjoy Viña del Mar

Bem próximo ao Castelo Wulff, atravessando a ponte Casino, você irá encontrar o Cassino de Viña del Mar.

Esse cassino, construído no início do século XX, possui atualmente cerca de 1200 caça-níquéis, mais de 200 lugares no bingo e 48 mesas de jogos.

O cassino também funciona como um hotel, que oferece  um spa, 2 piscinas aquecidas, boate, 6 restaurantes, sauna e academia.

  • Praias em Viña del Mar

Praias em Viña del Mar

Praias em Viña del Mar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Playa Caleta Abarca

Playa Caleta Abarca é a primeira praia que vimos neste roteiro e fica exatamente em frente ao relógio de flores. Esta é uma praia urbana e costuma ficar bastante cheia no verão.

Praias Acapulco e El Sol

Separadas por uma antiga estrutura de uso industrial, também conhecida como Muelle Vergara, as praias Acapulco e El Sol estão localizadas na avenida San Martín, um pouco depois do cassino.

Essas praias são bastante badaladas e também costumam ficar cheias de turistas.

Praias Acapulco e El Sol separadas pela Muelle Vergara, Viña del Mar. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Praia de Reñaca

Localizada a aproximadamente 8 km depois da praia El Sol, esta é a praia com a melhor estrutura hoteleira da cidade, com boas opções de bares e restaurantes.

3) Onde se  hospedar no segundo dia do Roteiro de 3 dias em Santiago

No roteiro de Valparaíso e Viña del Mar, fizemos a nossa base na cidade de Santiago.

Ficamos hospedados no bairro Providência, devido a grande oferta de transporte público que essa região oferece, além de ser uma área segura e bonita.

Nos hospedamos 4 noites no Casa Lyon, um  hotel localizado a apenas a 250 metros da estação de metrô Parque Bustamante (linha 5) e a 800 metros da estação Baquedano (linha 1).

O hotel oferece um excelente custo-benefício, com quartos básicos, mas confortáveis. O nosso quarto tinha banheiro privativo, internet wifi, TV a cabo, cama confortável e limpeza diária.

Para começar o dia, o café da manhã do Casa Lyon é servido no estilo buffet, que conta com pães, queijo, presunto, geleia, galetas, frutas, suco, café, leite, iogurte e cereais.

O entorno do hotel é bastante seguro e conta com bons restaurantes e supermercados.

Se você se hospedar no Casa Lyon, pergunte na recepção pela Tarjeta Bip, que é o cartão oficial de transporte de Santiago. Se ele estiver lá, eles poderão emprestá-lo e você não precisará comprar um cartão. Apenas recarregue-o com o valor das passagens que você irá precisar. Ah, pergunte também pelo cartão do metrô de Valparaíso. Nós deixamos o nosso lá!

Gostou deste roteiro em Valparaíso e Viña del Mar ?

Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nada a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante. Até a próxima 🙂

Pensando em conhecer Valparaíso e Viña del Mar? Então dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois.

Conheça Valparaíso e Viña del Mar em um roteiro de 1 dia a partir de Santiago. Dicas de como chegar, atrações, hospedagem e muito mais. Este post faz parte de uma série de posts sobre Santiago, com muitas dicas e informações!

A nossa hospedagem no hotel Casa Lyon foi uma cortesia desta empresa. Todos os relatos descritos neste post, no entanto, foram baseados em nossas experiências reais e refletem 100% a nossa opinião

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

14 Comentários

  1. MARCIO VITAL VALENÇA on

    Também tivemos oportunidade de conhecer essas duas cidadezinhas chilenas e voltamos encantados. Sem dúvida alguma duas ótimas opções de passeio nos arredores de Santiago. Parabéns pela matéria.

  2. Fiz o bate volta e achei super tranquilo. Amei a praia de Viña del Mar, tava um ventinho mas mesmo assim consegui dar um mergulho.

  3. Olá.
    Parabéns pelo post, muito legal.
    Vou para lá com minha família no mês que vem e gostaria de saber se vocês tem alguma indicação de restaurante para almoçarmos, ou em Valparaíso ou Viña del Mar. Vamos fazer um bate e volta saindo de manhã de Santiago

    • Renato de Araújo on

      Olá Beatriz,

      Que bom que você gostou do post, ficamos muito felizes em saber. 🙂

      Uma boa pedida é o Tierra del Fuego, em Viña del Mar. O restaurante tem uma varanda com uma vista fantástica para o Oceano Pacífico. A dica é chegar no final da tarde e curtir o por-do-sol tomando um vinho chileno, com um petisco como ceviche, camarões, lula ou empanadas. Também há diversas opções de pratos principais com carne e peixe. O restaurante está localizado no final do calçadão e de lá já pegamos o Uber para a rodoviária.

      Em Valparaíso, preferimos não parar para almoçar para poder chegar mais cedo em Viña. Assim, pedimos apenas um completo (cachorro-quente com guacamole típico do Chile) na lanchonete Pedro, Juan & Diego, que fica na praça de alimentação do Shopping que há na estação Puerto.

      Abraço e boa viagem,

      Renato
      Blog Pegadas na Estrada

    • Olá, Adriana!

      Que bom que você curtiu Valpa! Nós também amamos!
      Esperamos que o nosso roteiro ajude outros viajantes. É realmente útil para uma primeira visita à região.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraços
      Cris e Renato

  4. Cristina, você acabou de me apresentar um Valparaíso que eu nunca tinha visto! Eu já visitei a cidade, mas em uma época onde eu não sabia viajar muito bem tive a infeliz ideia de pegar uma excursão Santiago x Valparaíso e aí não vi nada disso, inclusive voltei puta da vida de ter perdido um dia em Santiago com uma cidade tão sem graça. =x Qdo falo que eu não gostei todo mundo acha um absurdo e hoje eu entendi o pq! Essa cidade que você apresentou parece ser incrível =D

    • Olá, Mayte!

      Que pena, mas que bom que pudemos mudar um pouquinho essa situação.
      Quem sabe um dia você não volta. O Chile tem lugares incríveis, como a Carretera Austral, por exemplo.
      Se você fizer uma outra viagem ao Chile, provavelmente vai passar por Santiago de novo e terá nova oportunidade.
      Se precisar de alguma ajuda, conte com a gente!
      Abraços
      Cris e Renato.

Deixe um comentário