O que fazer em Zaragoza: roteiro de carro na Espanha

12

Localizada na metade do caminho entre Madri e Barcelona, Zaragoza (Saragoça) é uma importante cidade espanhola, por onde passaram romanos, muçulmanos, judeus e cristãos.

Plaza del Pilar em Zaragoza Espanha

Plaza del Pilar em Zaragoza, Espanha. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Fundada no século I AC como um assentamento para veteranos de uma legião romana, a cidade recebeu o nome de Caesar Augusta, em homenagem ao imperador César Augusto, e rapidamente se tornou um importante porto comercial que ligava Roma à próspera província de Hispania. Desta época, ainda podem ser vistos o porto, o teatro, as termas e o antigo foro romano.

Com a invasão moura, a cidade se tornou a capital de um importante reino muçulmano, cuja sede era o Palácio de La Aljafería.

Posteriormente, a cidade foi reconquistada pelo aragoneses, convertendo-se, desde então, na capital de Aragão. Com a cristianização da cidade, novos templos foram construídos, como a Catedral de São Salvador e o seu principal cartão-postal: a Basílica de Nossa Senhora do Pilar.

Por toda essa rica história, Zaragoza é chamada carinhosamente de “Senhora das Quatro Culturas“.

Apesar de sua importância histórica e cultural, 1 dia é suficiente para ver as suas principais atrações.

No post de hoje, descreveremos os principais pontos de interesse que visitamos em Zaragoza. A nossa viagem aconteceu no mês de setembro e fez parte de um roteiro de 20 dias de carro pela Espanha (parte continental).

Se ainda ficar alguma dúvida, deixe-a nos comentários. Será um prazer ajudá-lo a desbravar a Espanha também!

1) O que fazer em 1 dia em Zaragoza (Saragoça)

As principais atrações de Zaragoza, que visitamos e descrevemos abaixo, estão concentradas na região da Plaza del Pilar e podem ser conhecidas a pé. O Palácio de La Aljafería, no entanto, está um pouco mais afastado, mas pode ser facilmente acessado com uma caminhada de 2 km a partir da praça.

1.1) Basílica del Pilar

Localizada às margens do rio Ebro, a Basílica del Pilar é o maior templo barroco do país e é considerada um dos Doze Tesouros da Espanha.

Basílica del Pilar Zaragoza Espanha

Basílica del Pilar, Zaragoza. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Além da sua importância arquitetônica e artística, a basílica está localizada no lugar onde supostamente Maria teria encontrado com o apóstolo Tiago (Santiago), dando-lhe força para espalhar as mensagens de Jesus.

Nesta aparição, Maria teria dado um pilar para Tiago e solicitado-lhe que fosse construído um templo em sua honra ao redor desta pedra. O pilar atualmente se encontra no interior da basílica e é objeto de devoção de católicos de todo o mundo.

A entrada na basílica é gratuita, mas a subida na torre e a visita ao museu são pagos.

1.2) Museus Arqueológicos Romanos

Museus Arqueológicos Romanos Zaragoza

Entrada do Fórum Romano em Zaragoza. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Os museus arqueológicos romanos, também conhecidos com a “Ruta de Caesaraugusta“, são um conjunto de 4 museus (fórum,  termas públicas, porto fluvial e teatro romano), que exibem ruínas de construções do período romano, quando Zaragoza foi fundada.

É possível comprar as entradas separadas ou um ticket combinado, que oferece um bom desconto. Quando fomos, o preço de 1 entrada era 3 euros e do combo 7 euros. Para saber os valores atualizados e os horários de funcionamento, acesse o site oficial da prefeitura de Zaragoza.

Ruta de Caesaraugusta Zaragoza Espanha

Ruta de Caesaraugusta, Zaragoza. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1.3) Catedral del Salvador

A Catedral del Salvador foi construída ainda no século XII, em cima do antigo fórum romano de Caesaraugusta e da mesquita de Saraqusta, cujo minarete ainda permanece impresso na torre atual. Por isso, ela está localizada ao lado da entrada dos Museus Arqueológicos Romanos.

1.4) Igreja de San Juan de los Panetes

Construída em 1725, a Igreja de San Juan de los Panetes possui arquitetura predominantemente barroca, com influências mudéjar e renascentista em sua torre.

Há, na igreja, um espaço renovado com homenagens às vítimas do ataque terrorista do ETA, que ocorreu nesse local em 30 de janeiro de 1987.

A entrada é gratuita. Atenção ao horário da siesta, quando a igreja fecha, que é bastante estendido: de 12:00 às 16:00.

Igreja de San Juan de los Panetes Zaragoza Espanha

Igreja de San Juan de los Panetes, Zaragoza. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1.5) Fuente de la Hispanidad

Localizada em frente da Igreja de San Juan de los Panetes, a Fuente de la Hispanidad foi construída durante as reformas que ocorreram na praça em 1991 e é uma homenagem a grande comunidade formada por povos e nações que compartilham da cultura e da língua espanholas.

A estátua possui um enorme mapa da América Latina, com destaque para a queda d’água que cai sobre a América do Sul.

1.6) Muralhas romanas e monumentos de César Augusto

Além dos museus arqueológicos romanos, há em Zaragoza outras ruínas do mesmo período. Ainda na Plaza del Pilar, você encontrará parte da antiga muralha da cidade e o monumento a César Augusto, ambos localizados próximos à Igreja de San Juan de los Panetes.

1.7) Ponte de Pedra sobre o rio Ebro

Construída no século XV, a Ponte de Pedra é a mais antiga da cidade e atravessa o rio Ebro praticamente em frente à Basílica del Pilar.

Do lado oposto à Plaza del Pilar, você verá o parque Macanaz e o Balcón de San Lázaro, de onde se tem as melhores vistas da ponte com a basílica ao fundo.

Se você estiver com tempo, aproveite para caminhar pelo parque e descobrir novos cantos na cidade. A iluminação noturna é linda!

O que fazer em Zaragoza

Ponte de Pedra sobre o rio Ebro com a basílica ao fundo. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

1.8) Palácio de La Aljafería

Sem dúvida a atração mais legal de Zaragoza!

 Palácio de La Aljafería Zaragoza

Palácio de La Aljafería, Zaragoza. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Construído no século XI, o Palácio da Aljafería é um palácio fortificado, erguido pelos mouros, com características encontradas também em castelos do deserto da Síria e da Jordânia.

Após a reconquista de Saragoça pelos espanhóis no século XII,  o palácio passou a ser a residência dos reis cristãos de Aragão e mais tarde, já nos século XVI, se tornou uma fortaleza militar.

Atualmente o palácio abriga o Parlamento de Aragão e está aberto ao turismo. É possível fazer visitas guiadas ou por conta própria. Para saber o horário de funcionamento, acesse o site oficial de Zaragoza.

Roteiro Zaragoza Espanha

Interior do Palácio de La Aljafería. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada



 Palácio de La Aljafería roteiro de carro na Espanha Mudejar

Pátio do Palácio de La Aljafería, Zaragoza. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Está gostando deste roteiro? Clique aqui e siga nossas dicas também no Instagram @pegadasnaestrada

2) Zaragoza em nosso roteiro

No post passado, mostramos Alquézar, uma cidade medieval lindíssima, cercada por uma natureza de tirar o fôlego.

No período da tarde, após caminharmos pelas Passarelas del Vero, seguimos para Zaragoza e começamos a explorar a cidade ainda neste dia. OBS: confesso que eu queria ter ficado mais tempo em Alquézar para curtir as águas cristalinas da região e para praticar algum esporte radical, foi pouco! Se você tem mais tempo, durma mais uma noite em Alquézar e vá para Zaragoza no dia seguinte cedo. 1 dia inteiro será suficiente para conhecer Zaragoza.

Voltando ao nosso roteiro: acordamos em Zaragoza e continuamos a nossa visita pela cidade no período da manhã. Por volta de meio dia, seguimos para Olite e Baquedano, que serão objetos do nosso próximo post, não perca!

3) Onde se hospedar em Zaragoza

Apesar de ser uma cidade grande (a quinta maior da Espanha), as principais atrações de Zaragoza estão concentradas na região da Plaza del Pilar.

Assim, para que você possa conhecer os principais pontos de interesse de Zaragoza a pé, o ideal é se hospedar próximo à Basílica del Pilar.

A seguir, algumas opções de hospedagens bem avaliadas, para todos os bolsos e com boa localização:

  • Aparthotel Los Girasoles: estilo apartamento com cozinha compacta, sala de estar e de jantar. Possui estacionamento privativo por um custo adicional.
  • Hotel Oriente: hotel com excelente custo-benefício. Diárias entre 50 e 70 dólares.
  • NH Ciudad de Zaragoza: hotel de luxo com diárias entre 100 e 110 dólares.

4) Onde estacionar em Zaragoza

Zaragoza conta com boa oferta de vagas de estacionamento subterrâneas. Apesar de não serem baratos, estes estacionamentos são uma boa solução para quem está viajando de carro pela Espanha.

Abaixo da Plaza del Pilar, existe um grande estacionamento com 360 vagas, que é a opção mais cômoda para quem quer conhecer as principais atrações de Zaragoza. Além deste, existem diversos outros estacionamentos a uma curta distância, que listaremos abaixo com as coordenadas do GPS, o valor por 24 horas (setembro2017) e a distância a pé para o centro da praça.

41.656293, -0.877813 (19,80€ / 24 horas) no centro da praça
41.657275, -0.880867 (19,80€ / 24 horas) 9 min a pé
41.652142, -0.880350 (18€ / 24 horas) 11 min a pé
41.651176, -0.878596 (18€ / 24 horas) 13 min a pé

Gostou deste post?

Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nada a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante.

Se você gostou de Zaragoza, você também irá gostar de:

 

Pensando em conhecer Zaragoza? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois.

Conheça Zaragoza, uma cidade incrível localizada na metade do caminho entre Madri e Barcelona. No post de hoje, mostramos as principais atrações da cidade, como a monumental Basílica de El Pilar, La Aljafería, Casco Viejo, além de dicas de hospedagem e locomoção. Confira o roteiro completo de carro pela Espanha.

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

12 Comentários

    • Olá, Ângela!

      Que bom que você gostou! É um prazer compartilhar essas cidadezinhas pouco conhecidas por aqui!
      Estamos escrevendo uma série grande sobre a Espanha, vem muita coisa ainda!
      Obrigado pelo comentário.
      Abraços
      Cristina e Renato.

  1. A Espanha sempre surpreende. Que cidade mais linda! Adorei a fachada dos Museus Arqueológicos Romanos. Aliás, já estou colocando Zaragoza na minha listinha! Adorei, pessoal! Beijos!

  2. Quando eu estudava espanhol, ainda no colégio, o nosso professor SEMPRE falava de Zaragoza, mas depois acabei me esquecendo do nome e nunca me interesse. E bacana como a Espanha tem cidades incríveis mas o povo insiste na dobradinha Madri x Barcelona. Excelente post, parabéns!

    • Olá, Fabrício!

      Que massa. Também adoro conhecer na vida real coisas que aprendi na escola e que na época nem me dava conta.
      Estamos preparando um post com os 10 vilarejos mais charmosos que visitamos na Espanha. São cidadezinhas escondidas, medievais e pouquíssimo divulgadas. Acho que você vai gostar!
      Em breve aqui no “Pegadas”.
      Abraços
      Cristina

Deixe um comentário