No primeiro dia em Myanmar, visitamos Yangon e suas pagodas. No segundo, foi a vez de Mandalay, a segunda maior cidade do país, atrás apenas de Yangon. Mandalay é uma cidade relativamente nova. Construída em 1857 pelo rei Mindon Min, foi governada pelos reis birmaneses apenas até 1885, quando a região norte do país foi então dominada pelos britânicos. No período compreendido entre 1857 e 1885, diversas pagodas e palácios de madeira foram construídos na cidade. Infelizmente, boa parte dessas estruturas foram destruídas durante a Segunda Guerra Mundial. Assim como Yangon, Mandalay também pode ser a porta de entrada do…

Compartilhar

Em 5 dias, conhecemos as principais cidades turísticas de Myanmar: Yangon, Mandalay e Bagan. Infelizmente, não tivemos tempo para visitar Inle Lake. A nossa viagem começou e terminou em Yangon, a principal porta de entrada do país. Compramos as passagens aéreas (Bangkok – Yangon – Bangkok) pela empresa Air Asia. Como dispúnhamos de apenas 5 dias para conhecer o país, optamos por viajar internamente de avião e não de ônibus, já que as distâncias eram longas e não podíamos perder tempo na estrada. O nosso primeiro dia começou relativamente tarde. Chegamos no aeroporto internacional de Yangon (15 km do centro…

Compartilhar

A antiga Birmânia, hoje Myanmar, é um dos destinos mais exóticos e polêmicos do sudeste asiático. O país faz fronteira com a Índia, Bangladesh, Tailândia, Laos e China, povos com os quais, ao longo da história, entrou em diversas disputas territoriais. A partir do século XIX, o país tornou-se colônia da Inglaterra, permanecendo nessa condição até o fim da Segunda Guerra Mundial, quando então passou a ser governado por uma junta militar. Em 2011, a junta militar foi oficialmente dissolvida e diversos presos políticos foram libertados, entre eles Aung San Suu Kyi. Apesar disso, os militares ainda exercem grande poder…

Compartilhar

No nosso 1º dia em Buenos Aires, visitamos a parte central da cidade, onde estão as principais atrações, como a Plaza de Mayo e a Plaza del Congreso. No 2º dia, conhecemos os bairros mais antigos e tradicionais, San Telmo e La Boca, localizados na região sul. Em nosso 3º e último dia, percorremos a região mais elegante e agradável da capital argentina: Recoleta e Palermo. O passeio começou no bairro Recoleta, com suntuosos prédios em estilo belle époque e ruas arborizadas. A origem do bairro data de 1871, quando a epidemia de febre amarela, que afetou principalmente o bairro…

Compartilhar

No nosso 2º dia em Buenos Aires, percorremos com calma uma das áreas mais antigas e tradicionais da cidade: San Telmo, La Boca e Caminito. Se você tiver oportunidade, faça esse roteiro no domingo, pois é quando acontece a famosa feira de San Telmo na Plaza Dorrego e nas ruas circundantes (Rua Defensa e Humberto I). O bairro de San Telmo foi habitado pela aristocracia de Buenos Aires até o final do século XIX, quando a epidemia de febre amarela fez com que grande parte das famílias se mudassem para o norte da cidade. As casas foram ocupadas por famílias…

Compartilhar

Buenos Aires é a maior cidade da Argentina e a segunda maior área metropolitana da América do Sul. Apesar disso, seu centro histórico, onde estão as principais atrações turísticas, é bastante compacto e pode ser facilmente visitado em 1 dia. Estávamos hospedados no bairro Recoleta e por isso começamos o nosso 1º dia com uma caminhada a partir da livraria El Ateneo. Foram ao todo 7,6 km percorridos a pé (volta de táxi), com paradas para visitar as atrações, almoço e lanche. A livraria El Ateneo é um prédio imponente e luxuoso, datado do início do século XX, localizado na…

Compartilhar

Capital e maior cidade da Argentina, Buenos Aires é sempre uma ótima opção de viagem para nós brasileiros. Seja uma viagem de final de semana ou de uma semana inteira, romântica ou em família, elegante ou econômica, o que não faltam são opções de lazer, cultura e gastronomia. Em abril de 2015, fizemos uma viagem de 5 dias por Buenos Aires. Estávamos em El Calafate e precisávamos passar pela capital argentina para voltar ao Brasil. Aproveitamos a oportunidade e, em apenas 5 dias, fizemos um roteiro bem completo, com direito a bate-volta para Delta do Tigre e também para Colônia…

Compartilhar

Colônia do Sacramento, um dos destinos mais procurados do Uruguai, está a apenas 1 hora de barco de Buenos Aires e a 2 horas de carro de Montevidéu. Fundada pelo português Manoel Lobo em 1680, a cidade passou do domínio português ao domínio espanhol por inúmeras vezes até ser tornar independente em 1825. Fruto da disputa entre essas duas culturas, Colônia preserva características da época colonial e permite a seus visitantes uma viagem no tempo, com pitorescas ruas de pedra, carros antigos, casas históricas, pequenos museus e muito charme. O centro histórico de Colônia do Sacramento é bem compacto e…

Compartilhar
1 28 29 30 31