Roteiro de 7 dias na Islândia – Dia 7: Lago Myvatn, Costa Oeste, Barnafoss, Hraunfossar e Keflavik

10

Último dia na Islândia, hora de seguir viagem e voltar para o sul!

iceland early october fall autumn

Road Trip pela Islândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Acordamos cedo, tomamos café da manhã e aproveitamos para dar uma volta no Skútustadagígar, uma região verde, com pseudo crateras, localizada bem em frente ao nosso hotel. A vista do lago Myvatn é incrível e, como falamos no post do dia 6, é provavelmente um excelente ponto para fotografar a Aurora Boreal.

iceland lake early october fall autumn

Skútustadagígar, lago Myvatn. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Seguimos na direção oeste / sul, rumo à Keflavik, onde dormiríamos para pegar nosso voo para a Noruega às 08:00 da manhã do dia seguinte.

Dirigimos quase 550 km neste dia, o que foi puxado, mas deu para fazer. Se tivéssemos mais dias disponíveis, teríamos dormido na metade do trajeto, para conhecer melhor essa região. Importante: caso você vá em algum período mais próximo ao inverno, quando os dias são mais curtos, recomendamos acrescentar um dia aqui.

No caminho, passamos por cenários bem interessantes como a cachoeira Godafoss (visitamos no dia 6), o fiorde Eyjafjörðura, a cidade de Akureyri e o grande destaque do dia: as cachoeiras Barnafoss e Hraunfossar.

islandia iceland early october fall autumn outubro

Indo para o Oeste, com a Godafoss ao fundo. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

iceland early october autumn fall outubro

Indo para o Oeste, com a Godafoss ao fundo. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Iceland fjord early october fall autumn outubro

Região do fiorde Eyjafjörðura. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

iceland fjord early october autumn fall outubro

Região do fiorde Eyjafjörðura. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

iceland early october autumn fall outubro

Akureyri, Islândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

iceland west early october fall autumn outubro

Na estrada no Oeste da Islândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Roteiro de 7 dias na Islândia

Na estrada no Oeste da Islândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

iceland west early october fall autumn outubro barnafoss hraunfossar

Cachoeiras Barnafoss e Hraunfossar, Islândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ainda conhecemos o gêiser Deildartunguhver, um dos maiores da Europa em volume de água. Nele encontramos alguns turistas chineses bem engraçados, que cozinhavam ovos nas águas ferventes do gêiser. Na foto abaixo, eu e meus novos amigos, rs.

iceland geysir

Cozinhando ovo no gêiser Deildartunguhver, Islândia. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Chegamos em Keflavík já bem à noite e nos hospedamos no hotel Start Keflavík Airport, localizado a uma distância de apenas 15 minutos de carro do Keflavík International Airport (lembrando que o aeroporto internacional é localizado em Keflavík e não em Reykjavík). Além da localização conveniente, estacionamento gratuito e recepção 24 horas, uma grande vantagem do hotel foi o fato de disponibilizar o café da manhã a partir das 04:30 da manhã, ótima pedida para quem precisará, assim como nós, madrugar para pegar algum voo.

O que mudaríamos na nossa viagem?

Se tivéssemos mais dias, acrescentaríamos 2 dias neste roteiro:

– 1 dia no trajeto entre Hofn e Husavík. Provavelmente deixaríamos Dettifoss e Ásbyrgi Canyon para fazermos com mais calma no segundo dia;
– 1 dia na costa oeste, no retorno do lago Myvatn para Keflavik.

No entanto, como falamos no primeiro post, o Stopover da Icelandair é de no máximo 7 noites. Assim, para aqueles que pretendem aproveitar o Stopover, eu não mudaria nada.

Em suma, foi tudo perfeito e a Islândia foi, sem dúvida, um dos países mais apaixonantes que conhecemos.

Veja a seguir, o último vídeo que fizemos, com cenas dos dias 6 e 7 do nosso roteiro!

Gostou do nosso post? Dê um PIN na foto abaixo e salve este roteiro no seu Pinterest para consultá-lo novamente depois!

Dê a volta na Islândia com este roteiro incrível de 7 dias. Dicas de hospedagem, estradas e atrações.

Quer nos ajudar a criar Guias de Viagem gratuitos como este? Reserve os seus hotéis para qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não paga nenhum centavo a mais por isso, mas o nosso blog recebe uma pequena comissão. Obrigado e até a próxima. 😉



Booking.com

*** Índice de Posts – Roteiro de 7 dias na Islândia ***

Islândia – É tempo de aproveitar as oportunidades!
Dicas para começar a planejar!
Roteiro de 7 dias na Islândia. Dia 1: Blue Lagoon e Reykjavik
Roteiro de 7 dias na Islândia. Dia 2: Golden Circle
Roteiro de 7 dias na Islândia. Dia 3: Seljalandsfoss, Skogafoss, Vik e Canyon Fjaðrárgljúfur
Roteiro de 7 dias na Islândia: Dia 4: Vatnajökull National Park, Jokulsarlon Glacier Lagoon
Roteiro de 7 dias na Islândia. Dia 5: Costa Leste, Dettifoss, Ásbyrgi Canyon e Husavik
Roteiro de 7 dias na Islândia. Dia 6: Husavik (observação de baleias), Godafoss e Lago Myvatn
Dicas para encontrar a Aurora Boreal perfeita e para fotografá-la

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

10 Comentários

  1. Olá! Adorei o Blog de vocês! Obrigada por compartilhar! Vou em março com alguns amigos e estamos com dificuldades em encaixar os roteiros por achar que temos pouco tempo para muita coisa! rsrs. Em que mês do ano vocês foram? Nos relatos tem as hospedagens onde ficaram em cada lugar?

    • Olá Gisele,

      Fico muito feliz em saber que você gostou do blog 🙂
      São sempre poucas férias para muita coisa que a gente quer ver e fazer. Isso também sempre acontece com a gente. hehehe
      Nós fomos na última semana de setembro. Nessa época tínhamos cerca de 12 horas de sol e procurávamos sair de manhã beeem cedo para aproveitar ao máximo o dia.
      Sempre colocamos os hotéis em que nos hospedamos no final do post. Se precisar de alguma ajuda com hospedagem, é só falar com a gente. 🙂

      Abraço,

      Renato
      Blog Pegadas na Estrada

  2. Olá, adorei as dicas! Eu e meu namorado estamos nos preparando para ir final de março. Estou com um pouco de medo do clima para dirigir. Duas dúvidas, será que vamos pegar muita neve o que nos impedirá de pegar estrada? E Nos sites de aluguel de carro não mencionam a documentação necessária nós só temos a CNH brasileira será que precisa tirar aquela internacional? E como fazemos para tirar essa? Obrigada pelas dicas

    • Olá Aline,

      Ficamos felizes em saber que você gostou das dicas do post. 🙂
      Março ainda é inverno na Islândia, então é possível que você pegue neve na estrada. Em condições normais, você vai conseguir fazer essa viagem tranquilamente, sem problema algum. No entanto, é recomendável que você tome algumas precauções:
      – sempre consulte o site oficial do departamento de estrada deles (www.road.is) antes de pegar a estrada;
      – tenha também um plano B. Caso alguma estrada esteja fechada, você pode levar mais tempo para completar a Ring Road;
      – quando estiver dirigindo na neve, lembre-se que a aderência é menor e o tempo de frenagem é maior. Guarde sempre uma distância grande para o carro da frente e freie com mais antecedência nas curvas;
      – se você estiver insegura de dirigir nestas condições, alugue um 4×4. Para quem vai ficar só na Ring Road, não é obrigatório um 4×4 nesta época, mas te dá um pouco mais de aderência e confiança.

      Para dirigir na Islândia, você precisa da Permissão Internacional para Dirigir (PID) ou da CNH brasileira, acompanhada de tradução juramentada. Os procedimentos para tirar a PID dependem do DETRAN de cada estado. Em MG é muito simples: basta entrar no site, emitir um boleto e pagar em qualquer banco para, em alguns dias, receber o documento na sua casa. Costuma ser bem simples.

      Se precisar de mais alguma ajuda, é só falar com a gente.

      Abraços,

      Renato e Cristina
      Blog Pegadas na Estrada

  3. Olá Renato e Cristina, estava pensando em alugar um carro e fazer toda a volta na Ring Route em 8 dias. Você acha desnecessário? Acha que seria mais interessante nos concentrarmos nos parques ao invés de completar a volta na ilha? Julho é um mês legal para fazê-lo? Pode nos dar alguma luz com relação a roupa para levar no mês de julho?

    • Olá, Amauri! Obrigado pelo comentário. Com certeza você deveria aproveitar os seus 8 dias para dar a volta na Ring Road. Como você vai em pleno verão, os dias são super longos, inclusive maiores do que quando fomos. Por isso, você terá bastante tempo para fazer atividades ao ar livre. Tendo em vista que você vai em alta estação, não se esqueça de reservar todos os hotéis e passeios com muita antecedência. Eles são poucos e se esgotam rapidamente.

      As atrações ao longo da Ring Road vão mudando a medida que você vai para o norte, vale a pena ver as diferenças de paisagens. Com relação às roupas, por coincidência, tivemos essa semana vários leitores nos perguntando sobre isso. Por isso, acabamos de publicar um post bem completo explicando cada detalhe para ajudá-lo a escolher as roupas de frio que mais se adequam ao seu caso. Se tiver mais alguma dúvida, fique à vontade para nos perguntar. Abraços, Cristina e Renato.

      Link para o post: Como se vestir no inverno.

    • Renato de Araújo on

      Oi Camila,

      A estrada é toda asfaltada e em boas condições, não há necessidade de 4wd. Fomos no começo de outubro e não pegamos neve ou gelo na estrada. Caso você pegue um pouco de neve ou gelo, é só lembrar que o tempo de frenagem é um pouco maior, ou seja, freie um pouco antes e guarde uma distância maior para o carro da frente. Nada para se preocupar demais, só mesmo uma precaução.
      O lugar é incrível, uma das grandes surpresas da nossa viagem. Vale muito a pena. Aproveite!

      Abraço,
      Renato e Cristina

  4. Olá, muito bom o blog de vocês. Estou fazendo o meu roteiro e praticamente estou seguindo suas pegadas. Infelizmente estou tendo bastante dificuldade para reservar hotéis, pois decidi viajar há poucos dias e a trip já é na próxima semana. Uma perguntinha: vocês conseguiram alugar carro com a carteira brasileira ou tiraram o PID?
    Parabéns pelo blog, muito informativo, fotos maravilhosas.

    • Renato de Araújo on

      Olá Ângela,

      Ficamos muito felizes de saber que você gostou do nosso blog e que ele está te ajudando na sua viagem. 🙂
      Com relação à carteira de motorista, a CNH brasileira é reconhecida na Islândia, desde que acompanhada de uma tradução juramentada em inglês. Por isso, costuma ser mais prático levar a PID. No seu caso, como a viagem já está em cima, vale a pena entrar em contato com o DETRAN do seu estado para ver quanto tempo demora para expedir a PID ou correr atrás de um tradutor juramentado na sua cidade.
      Sempre que vamos dirigir no exterior, levamos nossa PID, até mesmo quando não precisa. Como o Ricardo Freire costuma dizer: “precisar, não precisa – mas é bom ter”.
      Se precisar de ajuda com os hotéis ou com o planejamento da viagem é só mandar um email para contato@pegadasnaestrada.com.br que a gente te dá uma forcinha.

      Grande abraço e boa viagem,

      Renato e Cristna
      Blog Pegadas na Estrada

Deixe um comentário