Atacama: tudo o que você precisa saber para conhecer o deserto mais colorido do mundo!

19

San Pedro de Atacama é uma pequena cidade do norte do Chile, que está localizada a cerca de 2.400 metros de altitude e é a porta de entrada para um dos lugares mais interessantes e exóticos do mundo: o Deserto de Atacama.

Roteiro e dicas sobre o Atacama

Roteiro e dicas sobre o Deserto de Atacama! Foto: Blog Pegadas na Estrada

Considerado o deserto mais seco da Terra, o Atacama exibe cenários que parecem ser de outro planeta, com vulcões cobertos de neve, salares, gêiseres, lagoas coloridas, águas termais, formações rochosas das mais diferentes possíveis e um céu incrivelmente estrelado.

As principais atrações naturais do Deserto de Atacama estão localizadas nas redondezas de San Pedro de Atacama. No post de hoje, você encontrará um guia completo de viagem que o ajudará a organizar também a sua viagem para o Atacama. Aqui você encontrará o que fazer, quantos dias são necessários, onde se hospedar, como chegar, o nosso roteiro resumido, o que vestir, onde comer e muito mais.

Nos próximos posts, você lerá cada dia da nossa viagem com todos os passeios detalhados.

Se ainda assim restar alguma dúvida, fique à vontade para deixá-la nos comentários. Será um prazer ajudá-lo a desbravar o Atacama também.

1) Quantos dias são necessários para conhecer o Deserto de Atacama

Para fazer os principais passeios na região do Atacama, recomendamos no mínimo 5 dias inteiros + 2 dias (chegada e partida), totalizando 7 dias.

No caso acima, será necessário fazer, em alguns dias, um passeio no período da manhã e outro no período da tarde. Nós fizemos assim e achamos que funcionou bem.

Para quem, no entanto, prefere um ritmo menos intenso ou mesmo pretende incluir outros passeios, como o Vulcão Lascar, o Vale do Arco Íris ou algum tour de vinho/cerveja, é importante acrescentar 2 ou 3 dias.

Veja no próximo item, como estruturamos o nosso roteiro de 7 dias pelo Deserto de Atacama.

roteiro de 7 dias pelo deserto do Atacama.

Salar de Tara no roteiro de 7 dias pelo deserto do Atacama. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

2) Nosso roteiro de 7 dias no Deserto de Atacama

Se você não dispõe de 7 dias e precisa fazer um roteiro mais enxuto, não deixe de fazer os tours Salar de Tara Lagoas Escondidas de Baltinache. Esses foram, na nossa opinião, os passeios mais incríveis.

Lagoas Escondidas de Baltinache Atacama

Tour Lagoas Escondidas de Baltinache, Atacama. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Nos próximos posts, você lerá cada um desses passeios detalhados, com fotos, informações e muitas dicas. Ao todo, a série “Viajando para o Deserto de Atacama” contará com 8 posts. Esperamos que ajude!

3) Qual é a melhor época para ir ao Deserto de Atacama

O Deserto de Atacama é um destino para ser visitado o ano inteiro e praticamente não há chuvas, com exceção dos meses de dezembro a fevereiro, quando pode chover.

Apesar disso, é bom saber que as diferenças de temperatura entre os períodos diurno e noturno são bem grandes e que você precisará estar bem preparado para o frio e para o calor em qualquer época do ano. É importante levar roupas de frio para o Atacama mesmo nos meses mais quentes, como dezembro a fevereiro.  Falaremos mais sobre roupas no item 10.

A seguir, veja o quadro com as temperaturas máxima, mínima e média em cada mês.

Média de temperaturas em San Pedro do Atacama ao longo do ano

Média de temperaturas em San Pedro do Atacama ao longo do ano. Fonte: wikipedia.org

Importante:

Apesar de as temperaturas mínima e máxima não serem aparentemente tão extremas, é bom saber que a sensação térmica é sim bem diferente.

Nós visitamos o Atacama no final de março (uma época considerada de temperaturas mais amenas) e passamos muuuuito calor durante o dia. A partir das 17 horas a temperatura começava a ficar mais agradável.  O friozinho vinha, por sua vez, no período da noite e no início da manhã.

É importante mencionar também que essas temperaturas são coletadas na cidade de San Pedro de Atacama. Em passeios que vão a elevadas altitudes, como o Salar de Tara (4.400 metros) e Geysers el Tatio (4.300 metros), no entanto, as temperaturas podem chegar a -5º C nos meses mais quentes e – 18ºC nos meses mais frios.

Por fim, pode haver a ocorrência de neve nos meses de junho a agosto.

O que achamos sobre visitar o Atacama no final do mês de março:

Nós sempre gostamos de viajar durante o outono ou a primavera e no Atacama não foi diferente. Entre os meses de março a maio e setembro a novembro, as temperaturas são um pouco mais amenas durante o dia e as noites não são tão frias quanto nos meses de junho a agosto.

Ainda assim, como falamos, chegamos a pegar temperaturas bem baixas nos passeios de elevada altitude e bem altas durante o dia em San Pedro de Atacama.

As grandes vantagens de viajar nessa época, por sua vez, foram:

  • Os flamingos ainda estavam lá. Quando começa a esfriar, essas aves lindíssimas começam a migrar da região.
  • O céu ficou azul e limpo em todos os dias que estivemos lá (bom para ver estrelas).
  • A cidade não estava tão cheia.
  • A cor da vegetação estava incrivelmente linda.
  • Pegamos o Salar de Uyuni, na Bolívia, ainda espelhado.

Em resumo, foi a combinação perfeita de fatores!

Salar de Tara Atacama dicas

Flamingos na lagoa vistos no passeio Salar de Tara. Foto: Blog Pegadas na Estrada

4) Como chegar ao Deserto de Atacama

De ônibus

Existem diversos ônibus que ligam San Pedro de Atacama a outros destinos no Chile, como Santiago, Iquique, Arica e Antofagasta. Para consultar e comprar passagens de ônibus nacionais, acesse os sites da Turbus, Recorrido.cl e Pasajebus.

Também é possível combinar San Pedro de Atacama com destinos internacionais na Bolívia, Argentina, Peru e até mesmo no Brasil. Quem está em Uyuni, na Bolívia, pode contratar um transfer direto para San Pedro (8 hrs) ou pegar um ônibus de uma empresa boliviana (aprox. 11 hrs).

Por fim, a empresa Andesmar tem rotas vindo das cidades argentinas de Salta (10:30h) e Jujuy (8:45 hrs). A Green Toad Bus, por sua vez, tem passes interessantes que incluem ônibus e atividades entre San Pedro de Atacama e as seguintes cidades: Foz do Iguaçu, La Paz, Arequipa ou Santiago.

De avião

Sem dúvida, a maneira mais prática de se chegar ao Atacama. O aeroporto mais próximo fica em Calama, a aproximadamente 1h30m de San Pedro. Há diversos voos diários vindos de Santiago, operados principalmente pelas companhias Latam e Sky.

5) Como ir do aeroporto de Calama para San Pedro de Atacama

A forma mais barata e conveniente para ir do aeroporto de Calama para San Pedro de Atacama é contratando um transfer compartilhado. As empresas Transvip e Translicancabur fazem esse trajeto. As passagens podem ser compradas, pelo mesmo preço ($ 20.000 CLP, ida e volta), através do site da Denomades.

Para quem pretende fazer todos os passeios por conta própria, a melhor opção é alugar um carro no próprio aeroporto de Calama, onde os preços são melhores do que os praticados em San Pedro de Atacama. Nesse caso, recomendamos alugar um carro mais alto para encarar as estradas de terra de algumas atrações. Se você estiver usando o site da Rentcars, marque os filtros “SUV” e “Especial” em “Categorias de Carros”, no menu à esquerda. Assim, somente aparecerão SUVs e caminhonetes nos resultados.

6) Como é a estrutura turística em San Pedro de Atacama

San Pedro de Atacama é um pequeno vilarejo com ruas de terra, casas simples e onde tudo gira em torno da rua Caracoles.

Rua Caracoles em San Pedro de Atacama

Rua Caracoles em San Pedro de Atacama. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Na região da Caracoles, você não encontrará fast foods, lojas famosas ou grandes supermercados. Ao contrário, você encontrará pequenos mercadinhos (muitas vezes sem os preços expostos), barzinhos, restaurantes, pequenos hotéis, agências de viagem, casas de câmbio e lojinhas de souvenir.

No período da tarde, quando a maioria das pessoas está nas excursões, a rua Caracoles fica bem vazia e tranquila. No final da tarde, as pessoas começam a voltar dos passeios e o movimento de pessoas indo e vindo começa a aumentar. No período da noite, a rua ferve, mas o movimento não vai até muito tarde. OBS: beber na rua é proibido em qualquer lugar no Chile. 

Alguns pontos importantes em San Pedro de Atacama:

  • Farmácia: Cruz Verde, na rua Caracoles, nº 359, esquina com a rua Toconao e Salcobrand, que fica na rua Caracoles nº 241, esquina com a rua Tocopilla (há caixa eletrônico dentro das duas farmácias).
  • Posto de Saúde: rua Gustavo Le Paige, nº 377.
  • Feira de artesanato: a principal delas fica localizada na praça Gustavo Le Paige, ao lado da prefeitura.
  • Igrejinha: rua Vilama, em frente à praça de San Pedro de Atacama.
  • Bancos: há uma agência do Banco BCU na rua  Vilama nº 425, esquina com a Caracoles, e uma agência do Banco do Estado na rua Gustavo Le Paige, quase esquina com a rua Toconao. Em ambas, há caixas eletrônicos.

 

O que fazer em San Pedro de Atacama Chile

Igreja em San Pedro de Atacama. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

7) Agências de turismo em San Pedro de Atacama

Na região da rua Caracoles, você encontrará diversas agências que fazem passeios pelo Deserto de Atacama.

Como gostamos de reservar tudo com antecedência e não correr o risco de os passeios se esgotarem, reservamos tudo do Brasil pela internet.

Fizemos os passeios com duas agências diferentes:

  • Ayllu: localizada na rua Calle Toconao, nº 479. A Ayllu se destaca por oferecer um serviço diferenciado e de luxo, com grupos pequenos, atendimento em português e gastronomia atacamenha. Fizemos os passeios dos dias 2 a 5 com essa agência e foram, sem dúvida, perfeitos!
  • Denomades.com: esta não é uma agência propriamente dita. Na verdade, a Denomades.com é um site de reservas online de passeios e excursões em vários países da América do Sul. A Denomades.com oferece passeios mais econômicos, mas ainda assim reservados com os melhores profissionais locais. O site é totalmente em português e oferece atendimento durante 24 horas, 7 dias por semana. Nós fizemos 2 passeios através da Denomades.com e achamos o custo-benefício muito bom.
Ayllu Atacama tours

Passeio Top com a Ayllu! Foto: Blog Pegadas na Estrada

8) Onde comer em São Pedro de Atacama

Como falamos até agora, a rua Caracoles é o centro de tudo e é onde está a maioria dos bares e restaurantes. Por causa disso, os restaurantes aqui podem ser mais inflacionados também.

Por outro lado, encontramos outras opções com excelente custo-benefício nas ruas que cortam a rua Caracoles e nas suas redondezas. A seguir, algumas opções que achamos interessantes e com bons preços:

8.1) Econômicos:

  • Mercados

San Pedro de Atacama não tem supermercados, mas possui vários mercadinhos. Muitos deles, por sua vez, não possuem etiquetas nos produtos e o preço vai de acordo com a cara do cliente. De todos os mercadinhos que passamos, o mais completo e barato foi o Mercado da Mel, localizado no início da Caracoles, próximo à rua Ignacio Carrera Pinto. Além de produtos industrializados, nesse mercado você irá encontrar empanadas deliciosas e grandes, que podem ser aquecidas na hora e com um preço muito bom. Não deixe de experimentar a empanada de pino, que contém carne, ovo e 1 azeitona preta. Isso mesmo, sempre 1, rs.

  • Los Carritos

Los Carritos não é um restaurante em si, mas são vários pequenos restaurantes dispostos em barracas fixas, que servem refeições completas, baratas e super saborosas. Normalmente a refeição vem com uma entrada, que pode ser tortilla, pão com antepastos, sopa… e o prato principal, que geralmente contém 1 carne e 3 acompanhamentos a sua escolha. Para escolher o melhor deles, passe por todos, veja qual está mais cheio e siga o seu instinto. A gente fez isso 2 vezes e foi ótimo! OBS: mesmo que o seu orçamento não seja econômico, vale a pena comer no Los Carritos pelo menos 1 vez. Esse é, mais do que uma opção de alimentação barata, um verdadeiro ponto turístico! Eles estão localizados na Rua Licancabur, próximos ao campo de futebol.

O que comer em San Pedro de Atacama

Almoço no Los Carritos em San Pedro de Atacama. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

8.2) Preços justos:

  • Las Delícias de Carmen: localizado na rua Calama, nº 370, este é um restaurante super aconchegante e que oferece pratos tradicionais da culinária chilena, além de pizzas. Aqui você poderá provar o famoso pastel de choclo, que é uma preparação a base de milho, recheada com carne ou frango, ovos cozidos e azeitonas, com um leve adocicado na massa. Delícia!
  • La Pica del Indio: localizado na rua Tocopilla, nº 418, esse restaurante de nome estranho oferece menus com bons preços e é sempre muito bem avaliado. Vale a pena experimentar!
  • El Charrua: ambiente rústico com pizzas de diferentes sabores e massas. É possível pedir pizza individual ou familiar, com até 8 fatias. A massa da pizza é fininha, o atendimento é bom e o preço justo. A pizzaria El Charrua está localizada na rua Tocopilla, nº 442.

9) Câmbio em San Pedro de Atacama e qual moeda levar

Em geral, o câmbio em San Pedro de Atacama é desfavorável. Se você for passar por Santiago antes de ir para o Atacama, aproveite e faça o câmbio por lá. Leia o item 8 deste post, para ler nossas dicas sobre câmbio em Santiago. Caso você não passe em Santiago antes, confira as tarifas de saque do seu cartão. Pode ser que saia mais barato sacar no caixa eletrônico do que trocar reais por pesos no Brasil, no Atacama ou mesmo fazer um câmbio duplo (levar dólares/euro para trocar em San Pedro).

10) Que roupa usar para visitar o Deserto de Atacama

Em qualquer época do ano é importante estar preparado para o frio. Mesmo nos meses de verão, é possível pegar baixas temperaturas nos passeios de elevada altitude, como no Salar de Tara, Lagunas Altiplânicas e Geyser el Tatio. Por causa disso, selecionamos alguns itens que não poderão faltar na sua bagagem:

  • Blusa segunda pele
  • Fleece
  • Casaco corta-vento
  • Gorro
  • Cachecol ou Pescoceira (eu amo isso!)
  • Luvas
  • Calça térmica
  • meia de lã
  • Bota de trekking
  • Biquini ou sunga (para os passeios a Laguna CejarGeyser el Tatio e Termas de Puritama.
  • Toalha (se você for fazer os passeios com a Ayllu, não precisa, pois eles emprestam roupão).
  • Óculos escuro
  • Pijama de frio

Para saber mais, leia também o post que escrevemos “Como se vestir no frio intenso“.

O que vestir no Atacama

Muito frio no passeio Geyser el Tatio. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

  • Acrescentar na mala de verão:

No verão, é bom ter, além das roupas de frio, roupas de calor também. Vale a pena levar shorts, blusas de manga curta e chapéu. Em passeios de baixa altitude e principalmente em San Pedro de Atacama, faz muito calor.

Durante o dia, é bom levar também uma jaqueta amarrada na cintura ou na mochila. Assim que o sol se pôr, você irá precisar!

O que não levar: sandálias e sapatos de salto. As ruas de San Pedro de Atacama são todas de terra batida. Procure combinar os “looks” com tênis e evite a cor branca, pois haverá muuuuita poeira.

Look de calor em San Pedro de Atacama. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

11) Onde se hospedar no Deserto de Atacama?

Apesar de ser uma cidade bem pequena, San Pedro de Atacama oferece hotéis para todos os gostos e bolsos.

O ideal é se hospedar próximo à rua Caracoles, onde estão as agências de viagem, os restaurantes e tudo mais que você precisar.

Alguns hotéis luxuosos, por sua vez, ficam localizados mais afastados do centro. Essa opção só vale a pena se você estiver de carro ou se o hotel oferecer sistema all inclusive com passeios, refeições e traslados.

A seguir, algumas opções que realmente valem a pena.

11.1) Hotel econômico:

Uma boa dica para quem busca um hotel mais econômico em San Pedro de Atacama, mas que não pretende ficar em um hostel é o Hostal Mirador.

Apesar de possuir quartos com banheiro compartilhado, o hotel também oferece quartos com banheiro privativo. A limpeza é impecável!

Onde se hospedar barato em San Pedro de Atacama

Quartos do Hostal Mirador em San Pedro de Atacama. Foto: www.booking.com

O hotel está localizado a cerca de 6 minutos a pé da rua Caracoles e possui estacionamento gratuito e privativo se você estiver de carro.

Na área externa aos quartos há um pátio com mesinhas e um terraço de onde se pode ter boas vistas do vulcão Licancabur. O wifi está disponível gratuitamente nas áreas públicas.

Há ainda uma cozinha compartilhada e equipada, que pode ser usada tanto de dia quanto de noite.

Em resumo, o Hostal Mirador é um hotel básico, mas que oferece um excelente custo-benefício.

11.2) Hotel superior:

Com uma localização excelente (na rua Tocopilla entre a Caracoles e a Gustavo Le Paige), o hotel Terrantai Lodge oferece quartos aconchegantes com wifi, aquecimento/ventilador, secador de cabelo e banheiro privativo.

melhores hotéis San Pedro de Atacama

Quarto super bem decorado do Terrantai Lodge. Foto: www.booking.com

Na área externa, há uma piscina, um jardim, um terraço coberto, uma fogueira e um estacionamento gratuito e privativo.

Hotel de luxo San Pedro de Atacama

Área de lazer do Terrantai Lodge, San Pedro de Atacama. Foto: www.booking.com

O café da manhã é servido em estilo buffet e inclui frutas da estação, sucos naturais, bem como pães e itens de confeitaria caseiros.

Ao final da tarde, o hotel ainda oferece aos hóspedes uma degustação de queijos e vinhos.  Perfeito, não?

Não é à toa que o hotel Terrantai Lodge está avaliado como fabuloso no Booking.com!

Degustação de queijos e vinhos no Terrantai Lodge. Foto: www.booking.com

11.3) Hotel de luxo

Explora Atacama é um hotel 5 estrelas, que oferece pacotes all inclusive com acomodação, alimentação completa e farta, bebidas a qualquer tempo (inclusive alcoólica), traslados de/para o aeroporto de Calama e excursões. Ao todo, são cerca de 40 opções de excursões exclusivas, todas com grupos pequenos.

  • Localização incrível:

O hotel está localizado a cerca de 10 minutos de caminhada do centro de San Pedro de Atacama. Por estar um pouco afastado do movimento da cidade, o lugar é perfeito para observar as estrelas durante à noite. Não é à toa que o Explora Atacama oferece um observatório exclusivo para os seus hóspedes.

melhor hotel Atacama

Observatório privativo do Explora Atacama. Foto: www.booking.com

  • Área de lazer cercada por natureza:

O hotel conta com uma estrutura de lazer fantástica com 4 piscinas cercadas por muita natureza, spas, serviço de massagem, sauna, lounges e um estábulo com vários cavalos. Os hóspedes ainda podem desfrutar de uma piscina natural exclusiva localizada nas famosas Termas de Puritama (passeio incluído).

Onde se hospedar luxo no deserto Atacama

Área de lazer do Explora Atacama. Foto: www.booking.com

  • Quartos do Explora Atacama

Os quartos são super confortáveis e espaçosos. Contam com banheira de hidromassagem, amenidades de banho, roupão, secador de cabelo, pantufas, aquecimento e varanda com vista.

Explora Atacama hotel

Quarto com banheira de hidromassagem no Explora Atacama. Foto: www.booking.com

Em resumo, o Explora Atacama é um verdadeiro oásis em meio ao deserto, onde você não precisa se preocupar com absolutamente nada!

Importante: se você for reservar este hotel pelo Booking.com, faça a pesquisa para estadia de no mínimo 3 dias, que é o menor pacote all inclusive disponível. Caso contrário, o sistema acusará que não há mais disponibilidade.

12) Viajar para o Atacama é caro?

O Deserto de Atacama não é um destino barato. Em algumas atrações, você precisará contratar um tour para visitá-las, já que chegar por conta própria nesses locais é bem difícil. Além disso, existe apenas uma agência de aluguel de carros em San Pedro de Atacama e o único tipo de veículo que essa agência aluga são caminhonetes. Ou seja, espere pagar um pouco mais caro do que está acostumado a pagar pelo aluguel de um carro.

Além dos tours, você precisará pagar as taxas para entrar em cada atração, que não são baratas. Atente-se que essas taxas não estarão incluídas em nenhum passeio que você contratar.

Apesar disso, é possível fazer um roteiro pelo Atacama com um orçamento mais econômico. Para quem o orçamento não é problema, por sua vez, é possível ter uma experiência de luxo e até de alto luxo.

A seguir, como organizar a sua viagem ao Atacama com orçamentos para todos os públicos:

Orçamento econômico, mas não mochileiro:

  • Hotel econômico em San Pedro de Atacama

Hostal Mirador: este hotel está a uma curta caminhada da rua Caracoles (6 minutos a pé) e oferece quartos econômicos com banheiro privativo ou compartilhado. Endereço: setor Aduana, Villa Alto del Mirador S/N.

  • Alimentação econômica em San Pedro de Atacama

Durante o dia, dê preferência para almoçar em um dos quiosques do Los Carritos. Durante a noite, use a cozinha compartilhada do Hostal Mirador para preparar um macarrão ou uma sopa. Se, ainda assim, o orçamento estiver apertado, use a cozinha de dia e de noite.

  • Agência de passeios

Denomades.com. Sem dúvida, a melhor opção econômica e de qualidade. Os grupos não são tão pequenos como na Ayllu, mas também não são tão muvucados quanto outros que vimos na cidade.

  • Tours

Se você não puder fazer todos os passeios, escolha Salar de Tara, Lagoas Escondidas de BaltinacheGeysers el Tatio (se você nunca tiver visto outros geyseres). Outra opção para os mais aventureiros é alugar um carro em San Pedro de Atacama por 3 dias e conhecer por conta própria as Lagoas Escondidas de Baltinache, o Valle de la Luna, as Termas de Puritama, os Ojos del Salar e as Lagunas Altiplânicas. Dessa forma, seria necessário contratar apenas dois tours imperdíveis: o Salar de Tara e Geysers el Tatio.

  • Dica de atividade barata

Alugar uma bicicleta na rua Caracoles e ir por conta própria até Pukará de Quitor. Infelizmente não fizemos essa atividade, pois o calor estava de matar.

  • Seguro

Pesquise na Seguros Promo para encontrar o melhor preço. Use o cupom PEGADASNAESTRADA para ganhar um desconto exclusivo para leitores do blog.

Orçamento superior:

  • Hotel de luxo em San Pedro de AtacamaTerrantai Lodge. Hotel super bem localizado e completo. Com degustação de vinhos e queijos no final da tarde!
  • Gastronomia em San Pedro de Atacama: Las Delícias de Carmen e La Pica del Indio.
  • Agência de passeios: sem dúvida a Ayllu! Tratamento Vip! Comemos salmão no almoço, Nutella no café da manhã, vinho e pisco sour no final do dia, usamos roupão fofinho na Laguna Cejar, enfim, uma infinidade de “mimos” que só a Ayllu oferece!
  • Tours: faça todos os que fizemos. O Deserto de Atacama é um lugar único no mundo!
  • Outras atividades: tour de vinho e tour da cerveja.
  • Seguro: Pesquise na Seguros Promo para encontrar o melhor preço. Use o cupom PEGADASNAESTRADA para ganhar um desconto exclusivo para leitores do blog.

 

Orçamento ultra luxo!

Se você chegou até aqui, você definitivamente precisa ficar no hotel  Explora Atacama.  Nesta opção, tudo, mas tudo o que você precisar, já estará incluído.

Aqui você não precisará se preocupar com absolutamente nada: refeições, bebidas (inclusive alcoólicas) quando você desejar, passeios exclusivos e em grupos pequenos para todas as atrações, traslados de/para aeroporto… .

A única coisa que você precisará fazer é comprar as passagens aéreas e contratar o seu seguro de viagem. Fora isso, se jogaaaa!

  • Seguro: Pesquise na Seguros Promo para encontrar o melhor preço. Use o cupom PEGADASNAESTRADA para ganhar um desconto exclusivo para leitores do blog.

 

12) Cuidados com a saúde no Deserto de Atacama

O Deserto de Atacama é o lugar mais seco do mundo e, por isso, é importante tomar alguns cuidados.

  • O primeiro deles é manter as mucosas umedecidas. Mesmo quem não sofre com rinite alérgica, vai sentir os efeitos da pouquíssima umidade do ar. Por isso, é bom levar solução fisiológica 0,9% para o nariz, colírio umidificante para os olhos, protetor labial para a boca e um creme potente para corpo.
  • Por estarmos em um ambiente de elevada altitude, é possível a ocorrência do chamado “Soroche ou Mal de Altitude”, que se caracteriza por tontura, dor de cabeça, enjoo e falta de ar. A primeira medida para evitar esse mal é organizar o seu roteiro por ordem de altitude, deixando os passeios mais elevados, como o Salar de Tara e Lagunas Altiplânicas, para o final. A altitude em San Pedro de Atacama não é tão elevada (2400 mts), por isso, o ideal é fazer primeiro os passeios nos arredores da cidade para ir aclimatando aos poucos. Esses passeios podem ser o Valle de la Luna, Laguna Céjar e Lagunas Escondidas de Baltinache.
  • Para amenizar os sintomas do Soroche, levamos uma caixa de Diamox. Esse medicamento é indicado para, entre outras coisas, prevenir e aliviar os sintomas associados à doença aguda das montanhas em alpinistas, devido a subida rápida, e naqueles que são muito suscetíveis à doença, apesar da subida gradual. No entanto, antes de colocar qualquer remédio na mala, consulte o seu médico primeiro.

13) Combinando o Deserto de Atacama, no Chile, com o Salar de Uyuni, na Bolívia

Uma boa dica para quem vai ao Deserto de Atacama é combinar essa viagem com um passeio de 4 dias e 3 noites para o Salar de Uyuni.

Tour Bolívia Salar de Uyuni

Passeio de 4 dias para a Bolívia! Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Esses passeios são realizados sempre por empresas bolivianas, mesmo que você contrate uma agência no Chile. Normalmente partem e retornam para San Pedro de Atacama (foi a opção que escolhemos). Há também a opção de passeios de 3 dias e 2 noites com término em Uyuni, para aqueles que pretendem continuar a viagem pela Bolívia.

Nós fizemos um tour privado de 4 dias com a Denomades.com e voltamos apaixonados pela Bolívia. Por causa disso, ainda vamos escrever uma série de posts bem detalhados sobre essa viagem.

A grande dica, no entanto, é deixar esse passeio para o final da viagem. Os passeios na Bolívia chegam a altitude maiores (até 5.800 metros) do que os passeios do Atacama. Por isso, é muito importante fazer a aclimatação adequada em San Pedro de Atacama, antes de enfrentar o ar rarefeito da Bolívia.

Gostou deste guia de viagem sobre o Atacama?

Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nada a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante. Até a próxima 🙂

Pensando em conhecer o Deserto do Atacama? Então dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois.

Conheça o melhor de San Pedro de Atacama: o que fazer, quantos dias são necessários, quando ir, onde se hospedar, o que comer, melhores passeios, agências e muitas dicas. Confira o roteiro completo pelo Atacama

A nossa viagem ao Deserto de Atacama contou com a parceria das empresas Ayllu e Denomades.com. Todos os relatos, no entanto, refletem 100% a nossa opinião.

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

19 Comentários

  1. Oi Cris e Renato!
    Excelente post como sempre, parabéns!! O visual do Atacama sempre me fascinou e é um lugar que quero conhecer em breve!
    Também quero ver se consigo aproveitar e fazer a Bolívia na mesma viagem, como vocês fizeram… Entendo que ainda vão escrever um post supercompleto sobre essa parte maaaaas…. será que dá para adiantar o que vocês mais gostaram de lá? O que é imperdível? E também se encarece muito a viagem?
    Obrigada pelas dicas e continuem com o trabalho!
    Abraços

    • Olá, Mariana!

      Que bom que você gostou! Ficamos super felizes com isso!

      Com relação à Bolívia, ainda vamos escrever o post sim, mas já adiantando:

      Foi uma viagem perfeita! Acho que super vale a pena combinar essa viagem com o Atacama.
      Fizemos um tour privativo (apenas eu e o Renato) e dormimos em hotéis com banheiro privativo. Como era só a gente, o nosso motorista mudou um pouco o roteiro tradicional de acordo com o que ele achou que iríamos gostar. Realmente a mudança foi fantástica.

      É possível fazer também um tour em grupo (até 6 pessoas em um 4×4), que é bem mais barato. No entanto, as hospedagens são em hostels e não há flexibilidade do roteiro. Ainda assim, se o orçamento estiver mais apertado, vale a pena.

      O que você não pode perder:

      – Salar de Uyuni – roteiro tradicional
      – Laguna colorada (é uma lagoa vermelha/rosa) – roteiro tradicional
      – Laguna negra – fora do roteiro tradicional
      – Floresta de pedras – fora do roteiro tradicional
      – Cânion de Anaconda – fora do roteiro tradicional
      – Laguna Branca – roteiro tradicional
      – Laguna Verde – roteiro tradicional

      Acredito que não vamos demorar para escrever sobre a Bolívia não. Estamos terminando o Chile e o próximo destino será o Salar de Uyuni com certeza!

      Espero que tenha ajudado!
      Até breve.
      Beijos
      Cris

    • Renato de Araújo on

      Olá, Rozembergue!

      Que bom que você gostou. É um prazer compartilhar todos os detalhes aqui no blog.
      Esperamos que ajude e inspire outros viajantes também.
      Obrigada pelo comentário.
      Abraços
      Cris

    • Olá, Angela!

      Que bom que você gostou!
      O Atacama oferece muitas atrações para vários dias.
      Para quem não tem tanto tempo ou não pode fazer todos os passeios, é importante priorizar.
      Boas viagens para você. Abraços
      Cris

  2. Amei o roteiro de vocês e as várias dicas maravilhosas que passaram! Post super completo!
    Sou louca para conhecer o máximo de lugares possíveis quando eu for para lá. Pelo que vocês falaram uns 11 dias dá, né?
    Fiquei com vontade de conhecer em Março igual vocês, para ver os flamingos! ♥
    Gratidão pelas dicas e parabéns pelo rico post!

    • Olá, Luiza!

      Que bom que você gostou. O Atacama é mesmo um lugar incrível e diferente de tudo.

      Março foi uma época excelente e o tempo ajudou bastante. Recomendo sim.
      Com relação ao número de dias, dá tranquilo. Inclusive, se você quiser, dá para fazer também o passeio até o Salar de Uyuni. Super recomendo!

      Que você realize em breve essa viagem.
      Conte com a gente.
      Abraços
      Cris e Renato

  3. Meu roteiro foi bem parecido com o de vocês, adorei as dicas. O Atacama é apaixonante demais, não vejo a hora de voltar!

  4. Como não poderia deixar de ser, o Pegadas sempre nos presenteando com verdadeiros guias dos destinos visitados.
    Está tudo aqui e para todos os bolsos e gostos. Parabéns pelo excelente trabalho de concentrar em um único espaço tantas informações e dicas para nós leitores.
    Beijos.

Deixe um comentário