Caminito del Rey, uma vertiginosa e incrível trilha na Espanha

14

Construído entre 1901 e 1905, o Caminito del Rey era um caminho aberto em meio a um enorme desfiladeiro no sul da Espanha, que permitia a passagem de operários para a construção de uma hidrelétrica na região, a La Sociedad Hidroeléctrica del Chorro.

Trilha Caminito del Rey

Trilha Caminito del Rey. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em 1921, o rei Alfonso XIII inaugurou os reservatórios da hidrelétrica e percorreu todo o caminho construído nas montanhas. A partir daí, a trilha passou a se chamar Caminito del Rey e virou alvo de curiosos e aventureiros de todo o mundo.

Trilhas na Espanha

Ponte que atravessa a trilha de Caminito del Rey. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ao longo dos anos, o caminho foi se deteriorando por falta de manutenção. Ainda assim, apaixonados por esportes radicais eram atraídos ao local tanto por sua beleza exuberante, quanto pela adrenalina de caminhar em um ambiente inseguro e cavado nas montanhas. Por muitos anos, Caminito del Rey foi considerado uma das trilhas mais perigosas do mundo.

Em 2001, um incidente que levou a morte de alguns turistas em Caminito, fez com que a trilha fosse definitivamente fechada ao acesso de turistas.

Em 2015, graças a uma série de reformas, Caminito del Rey foi finalmente aberto ao público, possibilitando que nós turistas caminhássemos em uma trilha estreita a 100 metros de altura, com total segurança.

trilha mais perigosa do mundo

Caminhando com segurança na trilha Caminito del Rey. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Em nossa road trip pela Espanha, procuramos mesclar em nosso roteiro as trilhas mais emocionantes do país com cidadezinhas históricas e medievais.

No post de hoje, detalharemos todo o funcionamento da trilha Caminito del Rey, como chegar e se locomover do início ou final da trilha ao estacionamento, onde se hospedar e muitas outras dicas. Se ainda restar alguma dúvida, fique à vontade para perguntar nos comentários. Será um prazer ajudá-lo a realizar essa viagem também!

1) Funcionamento da trilha Caminito del Rey

Com 7,7 km de extensão, a trilha de Caminito del Rey é considerada relativamente fácil, está em boas condições de pavimentação e possui barras de segurança em toda a sua extensão.

É importante mencionar que só é possível fazer a trilha em um único sentido (de Ardales, na zona norte, para El Chorro, na zona sul). Por esse motivo, você terá que deixar o carro em um dos pontos da trilha (início ou final) e pegar um ônibus local de um ponto ao outro, como explicaremos no item 2.

1.1) Tipos de ingresso:

Para percorrer a trilha, é necessário adquirir o ticket, que pode e deve ser reservado pela internet. Há duas opções de tickets:

  • Ticket geral: que custa 10 euros (valor de dezembro de 2017) e permite que você percorra a trilha por conta própria.
  • Tour guiado: grupos de até 25 pessoas com o acompanhamento de um guia. Inclui o transporte entre um ponto ao outro da trilha. Veja todos os detalhes no site oficial de Caminito del Rey.

Vale lembrar que, tanto quem está no tour guiado, quanto quem compra o ticket geral, deve ficar atento ao horário agendado para estar no ponto de controle da trilha.

É possível comprar o ticket no ponto de controle, mas não recomendamos, pois as chances de estarem esgotados são grandes.

1.2) Ponto de controle

O ponto de controle é onde efetivamente começa a trilha Caminito del Rey.

Para chegar até ele, é necessário fazer uma outra caminhada de 20 minutos (trilha curta) ou de 50 minutos (trilha longa).

Recomendamos que você faça a trilha longa (50 minutos), já que ela é bastante tranquila e passa por alguns laguinhos e paisagens interessantes. A trilha longa começa ao lado do banheiro localizado próximos ao restaurante El Kiosko em Ardales. A trilha curta, por sua vez, começa em um túnel que fica na estrada principal, um pouco acima do El Kiosko.

roteiro dicas espanha

Trilha longa em direção ao posto de controle. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Como falamos, no seu ingresso haverá um horário marcado para você chegar ao posto de controle. Quando chegar até ele, apresente-se no balcão e espere o seu horário. Você verá que uma fila imensa de pessoas com o mesmo horário que o seu irá começar a se formar. Mas não se preocupe: ao longo da trilha, as pessoas se dispersam e o caminho fica bastante vazio.

Ainda no posto de controle, você receberá um capacete de uso obrigatório ao longo da trilha. Observe que não é permitido o uso de pau de selfie ou tripé. E não tenha dúvida, há câmeras ao longo de toda a trilha e você estará sendo observado, rs.

1.3) Banheiros

Você encontrará banheiros públicos apenas em Ardales, no início da trilha longa; no posto de controle e no final da trilha já em El Chorro.

1.4) Descrição da trilha de Caminito del Rey

A trilha de Caminito del Rey possui 7,7 km de extensão, nível de dificuldade fácil e tempo estimado de 4 a 5 horas.

Já está contabilizado neste trajeto os 2,7 km de trilha fácil entre o início da trilha longa em Ardales e o posto de controle.

as melhores trilhas europa

Lago na trilha longa até o posto de controle. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Assim que você passar pelo posto de controle, você irá se deparar com uma passarela de cerca de 1 metro de largura, apoiada na própria rocha.

Caminito del Rey

Passarelas de Caminito del Rey. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

O interessante é que as passarelas são “vazadas” e você poderá ver o Desfiladeiro dos Gaitanejos diretamente aos seus pés.

Caminito del Rey Espanha

Passarelas vazadas de Caminito del Rey. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Após as passarelas, você seguirá por um caminho de terra batida que acompanha o rio, passando pelo alto do Vale de Hoyo.

Valle de Hoyo Caminito del Rey

Vale de Hoyo em Caminito del Rey. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

roteiro trilhas Espanha

Vale de Hoyo em Caminito del Rey. Foto: CFR / Blog Pegadas na Estrada

Ao final do vale, você chegará a outro desfiladeiro também incrível, conhecido como Desfiladeiro dos Gaitanes.

Dicas Caminito del Rey

Ponte em Caminito del Rey. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Por fim, você subirá alguns degraus no famoso o Balconcillo de los Gaitanes.

Outdoor trekking Espanha

Degraus em Caminito del Rey. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

Depois disso, siga caminhando até encontrar o ponto de controle final, onde você deverá entregar o seu capacete.

2) Como chegar

Quem está de carro e pretende percorrer o Caminito del Rey tem duas opções: estacionar o carro próximo ao restaurante El Kiosko, no começo da trilha, ou deixar o carro no final da trilha, em El Chorro.

Estacionando no começo da trilha

Nós optamos por deixar o carro no começo da trilha, em Ardales. Como era domingo, o estacionamento perto do restaurante estava lotado e o acostamento da estrada estava todo tomado. Tivemos que dirigir por cerca de 700 metros até encontrar um espaço vago no acostamento onde pudéssemos deixar o carro.

Como referência, jogue no seu GPS o restaurante El Kiosko ou as coordenadas 36.931740, -4.801870.

Após a caminhada, quando você chegar ao final do trilha, você precisará pegar o ônibus de volta para Ardales, onde estará o seu carro. É super fácil encontrar o ponto do ônibus. Assim que chegar no final da trilha, basta seguir em frente e atravessar o estacionamento até chegar em uma rua de asfalto. Suba essa rua por cerca de 500 metros até chegar nos trilhos do trem e vocè verá a estação e um restaurante à sua esquerda.

O ônibus pára praticamente em frente ao restaurante (coordenadas 36.906770, -4.759183). Não tem erro! A passagem custa € 1,55 (dez/2017) e é paga diretamente ao motorista. Para descer também é bastante simples, já que o ponto final é o restaurante El Kiosko. Para consultar o quadro de horários, clique aqui.

Estacionando no final da trilha

Quem preferir pode fazer o caminho inverso. Nesse caso, estacione em El Chorro e pegue o ônibus para começar a trilha. Dessa forma, ao terminar a caminhada, você já estará próximo ao carro e pronto para seguir viagem.

Nessa opção, você poderá deixar seu veículo no estacionamento no final da trilha (coordenadas 36.910729, -4.760946) ou em frente à estação, próximo ao ponto de ônibus.

3) Onde comer em Caminito del Rey

Ao longo da trilha não há lanchonetes.

A nossa dica é levar o próprio lanche, já que a trilha é longa, ou comprar um bocadillo (uma espécie de sanduíche espanhol) para levar no restaurante El Kiosko, em Ardales.

Ao final da trilha, em El Chorro, você encontrará um pequeno trailer que vende a água mais gelada da região, além de sorvetes e picolés! Vai por mim: depois de passar muuuuito calor debaixo de sol em Caminito del Rey, esse trailer terá tudo o que você mais precisa!

De volta a Ardales, a dica é almoçar uma comida típica do sul da Espanha em um dos restaurantes da região.

4) Outras atividades na região do Caminito del Rey

Se você tem mais tempo, aproveite para curtir as prainhas formadas em Embalse Conde de Guadarlhorce. É permitido nadar nessa região e o calor forte de Caminito del Rey será um convite para isso.

O que fazer em Caminito del Rey

Prainha na região de Caminito del Rey. Foto: RMA / Blog Pegadas na Estrada

5) Onde se hospedar próximo a Caminito del Rey

Se você tem mais tempo e deseja curtir a região, como a prainha que falamos no item anterior, as cidades de El chorro, Álora e Ardales oferecem algumas boas opções de hospedagem:

Se você não tem tanto tempo assim e também está numa road trip pelos principais pontos de interesse da Espanha, outras opções, um pouco mais afastadas, são as cidades de Ronda ou Granada.

6) Caminito del Rey em nossa Road Trip

No post anterior, descrevemos a cidade de Ronda e as principais atrações que visitamos na cidade. No dia seguinte, viajamos para a região de Caminito del Rey, onde percorremos a trilha. Não tivemos tempo, contudo, para aproveitar as prainhas da região.

Ao final do dia, seguimos para a cidade de Granada, onde nos hospedamos e onde continuamos o nosso roteiro no dia seguinte. Falaremos sobre as atrações de Granada no próximo post, não perca!

Gostou deste post?

Reserve os seus hotéis em qualquer destino pela caixa do Booking.com abaixo. Você não gasta nada a mais por isso, mas o nosso site recebe uma pequena comissão, que nos ajuda a escrever estes guias gratuitos de viagem.



Booking.com

Quer saber outras formas de apoiar o projeto Pegadas na Estrada sem gastar nenhum centavo?

Clique aqui e saiba como. É rápido, fácil e nos ajuda bastante.

Outros posts da nossa viagem à Espanha que você poderá gostar!

Pensando em conhecer Caminito del Rey? Dê um pin na foto abaixo e salve este conteúdo no seu Pinterest para consultá-lo depois.

Conheça Caminito del Rey, uma trilha incrível localizada no sul da Espanha, que já foi considerada uma das mais perigosas do mundo.

Compartilhar

Sobre o autor

Ela, cheia de imaginação e criatividade. Acredita que o mundo está logo ali. Se vai para o Canadá, por que não dar uma esticadinha até a Rússia, passando pela Islândia e pela Escandinávia? Ele, viajante mais pé no chão, pesquisa todos os detalhes e nunca se mete em furada ou confusão. Juntos, um equilíbrio, e muitas histórias para contar!

14 Comentários

  1. Boa tarde. Gostando muito do blog de vcs e vou agora em novembro. Pretendo fazer pueblos blancos, ronda, caminito del rey e granada como vcs. Uma dúvida, vi que vcs chegaram no fina da tarde em Ronda, mas tiraram fotos de dia da cidade e conheceram a plaza de toros. Vcs fizeram tudo isso na manhã seguinte?
    Que horas saíram de Ronda para conhecer o Caminito e qual o horário do ingresso para o caminito vcs compraram?
    Obrigada e abraços

    • Olá Daniela,

      Que bom que nosso blog está ajudando na organização da sua viagem. Ficamos muito felizes em saber. 🙂

      No dia em que chegamos, conseguimos dar uma volta pela cidade e conhecer sua principais atrações. No entanto, a luz não estava boa para as fotografias. Assim, decidimos acordar bem cedo no dia seguinte para poder tirar as fotos antes de irmos para o Caminito Del Rey. Ficamos em Ronda até mais ou menos 10 h, quando seguimos para o Caminito. A nossa entrada no trilha foi às 13 h.

      Abraço e boa viagem!

      Renato
      Blog Pegadas na Estrada

  2. Adorei as explicações de vocês, são úteis, objetivas e muito bem redigidas.
    Estou pretendendo ir em novembro/18 e com certeza usarei as recomendações.
    Parabéns e obrigada

    • Olá, Margareth!

      Que bom! A gente fica super feliz de saber disso. Mais ainda por poder divulgar lugares tão incríveis e tão pouco conhecidos na Espanha.

      Temos certeza de que você irá amar.

      Desejamos uma ótima viagem e que você aproveite muito.
      Abraços
      Cris e Renato

    • Olá, Vivian!

      Que bacana que você vai fazer a trilha também, vale muito a pena!
      Fomos em setembro e estava muito quente, viu? Lembre-se de hidratar bastante, julho é alto verão!
      Mande notícias depois.
      Abraços, Cristina e Renato.

    • Olá, Regina!

      Muito obrigada pelo comentário e mais ainda pelo convite.
      Infelizmente não vamos passar por Madrid por agora, mas fazemos questão de conhecê-la em uma outra oportunidade.

      Curta Madrid por mim!
      Abraços
      Cristina

Deixe um comentário